Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Saúde

Autoridades de saúde estimam que a Coreia do Sul deva atingir 370 mil casos diários de COVID-19

Nesta sexta (11), o Primeiro Ministro Kim Boo-kyum participou de uma reunião para discutir a crescente onda de infecções por COVID-19 na Coreia do Sul. Na noite de ontem, mais de 280 mil novos casos foram registrados em todo o país.


O Primeiro Ministro alertou: “De acordo com as previsões de diversos grupos de pesquisa, a disseminação atingirá o seu ápice em 10 dias. A média diária de casos pode chegar ao máximo de 370 mil. Durante este período, o governo priorizará as vidas das pessoas, minimizando o número de pacientes em condições severas e de mortes“.

Para que isto aconteça, serão implantadas mudanças nos atuais protocolos de saúde seguidos pelos órgãos sanitários do país: “A partir da próxima semana, pacientes com sintomas leves poderão ser tratados nas alas gerais dos hospitais. A partir de agora, o sistema hospitalar deve tratar pacientes de COVID-19 também. Pedimos compreensão e cooperação dos trabalhadores do sistema de saúde“.

Quanto ao sistema de testagem, os resultados dos testes rápidos de antígeno serão aceitos sem necessidade de se fazer um teste PCR. Esta decisão foi tomada para evitar mais contaminações, já que os cidadãos só precisavam fazer o teste PCR caso apresentassem resultado positivo no teste de antígeno.

Além disso, os pacientes com 60 anos ou mais poderão receber prescrições de pílulas orais para tratamento para COVID-19 nas instituições em que forem testados para a doença.

O próprio Ministro Kim teve COVID-19 e só retornou ao trabalho ontem. Como seu caso foi leve, ele foi tratado em casa. Sobre isso, ele contou: “Os funcionários do centro médico iam me visitar duas vezes ao dia, já que tenho mais de 60 anos. Verificarei que o sistema de saúde permite que pacientes em tratamento em domicílio que não estão em risco façam pedidos aos trabalhadores da área da saúde“.

Fonte: (1)
Imagem: Yonhap
Não retirar sem os devidos créditos.

Tags relacionadas:

  • Greyce Oliveira

    Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

    5 K-Dramas com Kim Min Kyu Artistas do k-pop que não nasceram na Coreia Faixas do K-pop que destroem os haters Locais de filmagem do K-Drama My Liberation Notes Filmes com a Tokyo de La Casa de Papel Coreia