Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Cobertura de Eventos

Confira tudo que rolou no Arraial K-pop 2022 em Belo Horizonte

No último domingo (26), aconteceu em Minas Gerais o Arraial Kpop 2022 organizado pela Kooperativa BH. Esta foi a segunda edição do evento que uniu a cultura coreana e brasileira em um só lugar. Trazendo comidas típicas coreana e comidas típicas de festa junina. A KoreaIN esteve lá e te conta o que aconteceu no evento.



A programação do evento começou às 15hrs com um random play dance super animado. Nesse momento, todos fizeram uma roda, deixando o meio vazio e começaram a tocar refrões das músicas mais famosas de kpop, assim, quem soubesse a dança, corria para o meio e começava a dançar.


Depois de exercitar bastante os músculos, foi a hora das apresentações artísticas. Elas foram divididas em 3 blocos, contendo 5 a 6 artistas por bloco. Subiram ao palco covers de dança, cantores e uma violinista, brilhando e demonstrando seus talentos através do k-pop. Os grupos puderam mostrar seu trabalho e se divertir com o público. No intervalo entre cada bloco, tiveram várias brincadeiras e brindes para deixar o momento ainda mais especial.



Sofia Sara e Débora Caroline, organizadoras do evento, nos contaram um pouco sobre a cena do k-pop em Minas Gerais e qual a importância de eventos como estes. Segundo elas, o objetivo destes eventos é trazer visibilidade à cultura coreana.

Débora contou que o cenário do k-pop em Belo Horizonte mudou muito pós-pandemia e eventos assim abrem para novas lojas, grupos e pessoas distintas que não conheciam muito a cultura coreana antes da pandemia. Unir o kpop à culturas regionais de festa junina é uma alicança de dois mundos para trazer inclusão.

Sofia destacou que, em comparação com a grande aceitação da cultura japonesa em Minas, a cultura coreana não possui tanto olhar cultural. Por isso é necessário que essa cultura seja expandida para que mais pessoas conheçam.

A expansão da onda hayllu pelo o mundo fez com que as duas criassem um desejo de propagar o conhecimento da cultura e incentivar as artes e, ao mesmo tempo trazer experiências artísticas e incentivando que jovens desenvolvam seus talentos em um ambiente agradável onde eles possam se sentir acolhidos.

Para finalizar, as organizadoras do evento disseram que sonham com um cenário em Belo Horizonte onde os produtores se unem mais em eventos de k-pop. Para mostrar o poder da onda Hayllu em Minas Gerais e proporcionar um ambiente onde seja possível trazer artistas coreanos de peso. Elas disseram que eventos como este são para que Belo Horizonte seja conhecida como uma capital que recebe bem os artistas, as músicas e todas as formas de arte da cultura coreana.

Se quiser saber mais sobre os evento organizados pela Kooperativa, não deixe de seguir o Instagram através do perfil @kooperativa_bh.

Ana Raíssa da Luz
Imagens: reprodução
Não retirar sem os devidos créditos

Tags relacionadas:

Ana Raíssa Luz

23 anos, mineira, graduada música, estudos em neurolinguística e army. Vivo uma eterna paixão pela Coréia.

O significado as máscaras usadas em Money Heist Korea Produções com a Nairobi de La Casa de Papel Coreia K-POP: Os MVs mais vistos do NCT 7 K-dramas com Park Eun Bin 5 Curiosidades sobre o K-drama Extraordinary Attorney Woo