Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Cotidiano

Ex-trainee acusa idol da 1ª geração de agressão e exige desculpas

Uma postagem feita no fórum do Nate Pann na última segunda (06) ganhou repercussão na mídia sul-coreana. Um homem, a quem chamaremos de A em diante, alega que foi agredido por um idol da primeira geração do k-pop.

A conta que era trainee da empresa da qual o idol também atuava como CEO. O incidente aconteceu há seis anos atrás, mas foi o motivo de A desistir do seu sonho de virar um artista. Sem revelar a identidade do idol, ele citou em seu relato que trata-se de um membro de um grupo popular e que o dito idol já foi bastante amado pelos fãs.

Ele conta:

Em 18 de fevereiro de 2016, o idol/CEO me chamou ao seu escritório com o produtor da gravadora. Naquele dia, ele explicou a direção musical que seria seguida pelo grupo. Ele explicou que nós faríamos músicas populares nos anos 70 e 90 dizendo que esse tipo de música nos tornaria populares. Então ele perguntou o que achávamos [disso]. O produtor disse que soava muito velho e que a população mais jovem poderia não gostar, o que eu concordei.

Após isso, o idol começou a xingar A e o agrediu com tapas e socos em seu rosto. Por medo de violar seu contrato com a empresa, A retornou normalmente à sede no dia seguinte para ensaiar.

Neste dia, ele foi chamado novamente ao escritório do CEO para o que ele achava que seria um pedido de desculpas. Ao invés disso, o CEO justificou o motivo da agressão e do porquê que o A mereceu a punição.

O trauma da situação fez com que A desistisse do seu treinamento e, segundo ele, até hoje guarda o ocorrido em sua memória. Ele diz que espera receber um pedido formal de desculpas do idol e que resolveu fazer a postagem porque temia que houvessem mais vítimas. Por último, ele postou uma foto do seu tempo de trainee em uma das salas de ensaio da empresa.

Foto postada por “A” para comprovar que foi trainee.
Créditos: Nate Pann

Até o momento, a veracidade das acusações não foram verificadas e também não se sabe a identidade do tal idol acusado.

Fonte: (1), (2)
Imagem: reprodução via Nate Pann
Não retirar sem os devidos créditos.

Tags relacionadas:

Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

Filmes com a Tokyo de La Casa de Papel Coreia K-dramas que estreiam em Julho 6 k-dramas com casais “friends to lovers” Jogadores brasileiros em times de futebol asiáticos 6 K-Dramas com Kim Ji-hoon