Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Justiça

Polícia encontra carro de família desaparecida desde maio

No dia 31 de maio, uma família desapareceu sem deixar rastros após terem avisado que fariam uma viagem juntos. Os três membros da família são uma garota de 10 anos, chamada Cho Yu Na, e seus pais, ambos na faixa dos 30 anos.

Em 17 de maio, os pais de Cho informaram à escola em que ela estuda que fariam uma viagem em família de 19 de maio até 15 de junho. O destino, segundo eles, seria a ilha de Jeju. Porém, neste mesmo dia eles fizeram uma reserva para se hospedarem em uma pousada localizada na ilha de Wando em Jeolla do Sul. Neste mesmo dia do comunicado, Cho faltou aula porque estava doente. Os três chegaram à Wando em 23 de maio num carro da Audi prata.

Após o fim do período da viagem, Cho não voltou à escola. Funcionários da escola foram até à casa da estudante e encontraram uma grande quantidade de correspondências não recebidas. Diante do cenário, eles alertaram as autoridades.

As buscas à família começaram desde o dia 22, mas a polícia ainda não tem evidências suficientes para concluir o caso. A família esteve na pousada desde o dia 24 de maio e o último registro deles gravado pelas câmeras de segurança mostra os três saindo do local às 23:00 no dia 30 de maio. Investigadores conseguiram registros da localização dos desaparecidos e concluíram que o carro em que eles estavam nunca deixou a ilha.

Os últimos sinais de celular detectados pelos aparelhos de Cho e de sua mãe indicaram que elas estiveram na pousada às 00:40 e 01:09 do dia 31 de maio. O sinal do aparelho do pai caiu às 04:16 próximo ao porto de Songgok.

O Audi foi encontrado submerso por policiais da Delegacia de Gwangju e pela Guarda Costeira de Wando às 17:12 desta terça (28). O veículo estava capotado e com o porta-malas aberto, mas não se pode confirmar se a família estava dentro. A polícia fará a remoção do veículo na quarta para evitar que mais evidências sejam perdidas.

A imprensa sul-coreana reportou que os pais de Cho tiveram que fechar seu negócio no ano passado e estavam desempregados desde então. Com isso, a família enfrentava problemas financeiros.

Fonte: (1)
Imagem: Yonhap
Não retirar sem os devidos créditos.

Tags relacionadas:

Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

O significado as máscaras usadas em Money Heist Korea Produções com a Nairobi de La Casa de Papel Coreia K-POP: Os MVs mais vistos do NCT 7 K-dramas com Park Eun Bin 5 Curiosidades sobre o K-drama Extraordinary Attorney Woo