Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Turismo

Conheça os murais artísticos de Gamcheon

Para quem gosta de cultura misturada com história local, a vila cultural de Gamcheon, localizada em Busan, é um ponto turístico fundamental para ser visitado tanto por estrangeiros quanto por coreanos. As vielas que cortam esta comunidade são decoradas de forma vibrante com murais e esculturas criadas pelos moradores.


História

Gamcheon Cultural Village

A Gamcheon Culture Villiage é formada por casas construídas em escadaria na base de uma montanha costeira, que ganhou o apelido de “Machu Picchu de Busan” justamente pela diversidade cultural intensa localizada em uma pequena região montanhosa.

Gamcheon Village antes era um bairro em ruínas que abrigou refugiados após a Guerra da Coreia. O bairro possuía cerca de 30 mil habitantes, mas com o passar do tempo, o número caiu para 8 mil. Tratava-se de uma população envelhecida, composta por 24% de pessoas com mais de 65 anos. Muitas das casas foram abandonadas, o que, juntamente com a falta de infraestrutura básica como água canalizada e rede de esgoto, deu ao local um aspecto degradado, em risco de desaparecendo com o tempo.

O projeto cultural de mudança teve início em 2009 através do Ministério da Cultura, Esportes e Turismo do governo, que estimulou a arte de rua nos becos e escadarias dos becos visando atrair turistas. Para levar a cabo este processo de renovação urbana, foi constituído um Conselho de Moradores para promover a qualidade de vida na aldeia e encontrar soluções para os problemas que surgiam. Os moradores se organizaram em diferentes grupos, alguns trabalhando no conserto de casas, outros na abertura de comércio local, ou na promoção da vila, ou no cuidado e limpeza das ruas.

Enquanto o governo entrava com muros de retenção, redes de água e esgoto, pavimentação das ruas e parques de estacionamento, artistas e moradores começaram a reparar as casas dos idosos de baixa renda, bem como reformar casas abandonadas para dar-lhes um novo uso comunitário: museus, galerias de arte etc.

Não apenas investimento na infraestrutura e na cultura, mas o estímulo ao comércio local foi fundamental para formar a Gamcheon atual. Houve a abertura de negócios como lojas, cafés, restaurantes, galerias, oficinas de artesanato e hotéis. Além disso, houve a distribuição de alimentos, organização de festas e eventos, reforma de casas etc. Para aprimorar a capacidade e autogestão dos moradores, foram oferecidos cursos em diversas áreas, como gestão de negócios e vendas técnicas ou a criação de oficinas de artesanato para os artesãos locais. Os voluntários também foram treinados para fazer visitas guiadas à aldeia e estimular a curiosidade e criatividade das crianças neste espaço único através da iniciativa “Crescer através da Arte”. A partir de 2009, a vila ressurgiu das cinzas e agora é um ponto turístico extremamente importante.


Principais pontos para visita

O Deungdae (감천 등대 포토존) é um ponto específico para fotos, que é um painel montado para belas fotos. Há as estatuas invisíveis que são feitas com fotos do bairro, se camuflando na paisagem. Aos amantes de literatura infantil francesa, há uma escultura famosa do Pequeno Príncipe, que observa a vila. Há centros culturais com objetos artesanais e até oficinas de “faça você mesmo”. Há murais espalhados por todo o lugar, seja remetendo a história e tradição coreanas ou a literatura e arte estrangeiras. Há algumas artes contemporâneas, como uma moldura envolta de guarda-chuvas e dois pares de botas para chuva, um vermelho e outro azul. A apreciação de livros e o culto ao estudo está muito presente nas obras de arte.

Por ter algo novo escondido a cada ruela, se torna difícil definir quais são as melhores atrações a serem vistas. O mais indicado é se jogar na experiência de explorador e seguir sem rumo por Gamcheon.

Pequeno Museu de Gamcheon (감천 작은 박물관)

O Pequeno Museu de Gamcheon ilustra o passado vibrante do bairro ao exibir mais de 70 utensílios domésticos antigos doados por moradores locais. Além disso, os visitantes também podem ver réplicas de antigas moradias e aprender mais sobre a transformação artística de Gamcheon através da cooperação de moradores, artistas e autoridades locais.

Curiosidades

É comum ver pessoas subindo e descendo as escadas vestindo hanbok ou que as próprias pinturas contenham elementos que remetam a cultura milenar coreana. Parte da experiência de visita ao local também está ligada ao ssiathotteok da cidade, uma deliciosa massa frita recheada com açúcar, mel, nozes e sementes de girassol. Há uma série de barracas e cafés vendendo este doce, de tão tradicional que é comê-lo na região.

Além disso, se o turista for até o Centro de Informações Turísticas e Observatório Haneul Maru, pode comprar um mapa por menos de 2 dólares. Este mapa dá rotas recomendadas para ver os destaques de Gamcheon e designa oito atrações, incluindo galerias, um café e uma loja de arte, para a coleta de selos. Depois de receber todos os selos, o turista pode receber um prêmio de volta no centro de informações.

Fonte: (1), (2), (3), (4)
Imagens: Jeice Torres, HKBS (환경일보), Simsim (심심스토리), Darak, Korea by Me, Vietnam Times, Living Nomads
Não retirar sem os devidos créditos.

Tags relacionadas:

  • O significado as máscaras usadas em Money Heist Korea Produções com a Nairobi de La Casa de Papel Coreia K-POP: Os MVs mais vistos do NCT 7 K-dramas com Park Eun Bin 5 Curiosidades sobre o K-drama Extraordinary Attorney Woo