Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Cobertura de Eventos

KARD encerra turnê brasileira com show emocionante em Curitiba

https://www.ucconx.com/?utm_source=koreain&utm_medium=conversao&utm_campaign=9×16&utm_term&utm_content

Após muita espera, KARD voltou aos palcos com um show emocionante para os Hiddens brasileiros. A turnê WILD KARD IN BRAZIL – que tinha previsão para 2020, mas adiada para 2022 por conta da pandemia – passou por quatro cidades brasileiras, sendo finalizada no último domingo (24) em Curitiba, na Ópera de Arame.

Após dois anos muito aguardados pelos fãs brasileiros, KARD entregou tudo e mais um pouco com um emocionante show. Trazendo alegria e uma vibe completamente contagiante para o público que, antes mesmo do show iniciar, já berrava “KARD, eu te amo!”. 

O grupo entrou no palco ao som da aclamadíssima Oh NaNa seguindo com Don’t Recall, fazendo os fãs irem a loucura e vibrarem muito. Após as duas primeiras músicas, o quarteto parou para as apresentação, com BM falando em português e pedindo para que os Hiddens presentes gritassem muito. E não foi surpresa nenhuma: os fãs atenderam ao pedido.

Após as apresentações, o show deu sequência com Hola Hola e J.Seph não perdeu tempo: no meio da música mandou um passo de break, levando os fãs à loucura. Em seguida You In Me foi cantado.  Em mais uma pausa para interação com os fãs, o KARD pediu para que fossem gritadas músicas que o público queria ouvir. E mais uma vez o público foi atendido, e Moonlight e Dimelo foram cantadas.

Mais um momento fofo foi entregue por BM que colocou a bandeira do Brasil no microfone. O show de Curitiba era o último show da turnê, e o grupo agradeceu aos Hidden Kard’s pelas demonstrações de amor por eles, Somin em portugês falou que “estava com saudades”.

A interação com os fãs continuou e KARD mandou um “Desenrola, bate, joga de ladinho” e “Sentadona”, para delírio dos fãs que os acompanharam nessa. Além disso, os curitibanos ensinaram algumas gírias paranaenses e J.Seph respondeu com “vocês são o momento”, levando a plateia mais uma vez ao delírio.

Dando seguimento ao show, o grupo cantou Bomb Bomb e Dumb Litty, fazendo a plateia dançar e berrar na Ópera de Arame. Em seguida chegou mais um dos momentos aguardados pelos fãs: os solos. O primeiro a cantar foi BM com seu 13IVI e, biscoitando como só ele consegue, começou a música jogando água no público. Logo em seguida veio Jiwoo, que levou o público a perder o fôlego com sua música. Por último, Somin e J.Seph mandaram o cover de Bam Bam e mais um momento fofo onde J.Seph disse ter se divertido com a experiência de cantar uma música, já que como ele é rapper, é um pouco mais difícil.

Em seguida, os quatro voltam ao palco ao som de Break Down, onde interpretaram sentados e depois veio Whip!. O desafio da cidade que mais gritava, deixou Curitiba com o segundo (?) lugar, com um total de 126 pontos. Mas com a apresentação de Go Baby com certeza o número foi ultrapassado (acho até que poderia ter estourado o medidor!) 

E como última música, o grupo performou Ring The Alarm. O KARD saiu dos palcos ao som do “fica!” do público curitibano. E eles voltaram! Para a última parte, Gunshot, Dumb Litty, Hold On e Enemy foram cantadas, enquanto o grupo interagia com o público. Tirando fotos, conversando, fazendo a alegria dos fãs que estavam presentes. Para fechar com chave a turnê, o grupo cantou Ride on the Wing e ao final BM saiu gritando “Curitiba, eu te amo”. 

Obrigada mais uma vez KARD, pela noite inesquecível. Nós é que amamos vocês!! 

Imagens: KoreaIN, DPS Media

Não retirar sem os devidos créditos.

Tags relacionadas:

  • Isabela Ávila

     Formada em moda, apaixonada por livro, filme, música e café nessa ordem.

    O significado as máscaras usadas em Money Heist Korea Produções com a Nairobi de La Casa de Papel Coreia K-POP: Os MVs mais vistos do NCT 7 K-dramas com Park Eun Bin 5 Curiosidades sobre o K-drama Extraordinary Attorney Woo