Primeira parada da turnê do KARD no Brasil: “A energia dos brasileiros é muito diferentes do resto do mundo.”

Um ano depois da sua primeira visita ao Brasil, o grupo de kpop KARD cumpriu a promessa e voltou, com uma turnê ainda maior, levando eventos para 5 estados, incluindo fansigns e shows. O primeiro destino do grupo no país foi o Rio de Janeiro, em um show agitado no dia 21 de setembro. Vamos contar tudo sobre o show para você ter um gostinho de como foi:

 

 

 

Para receber bem o quarteto, os Hidden Kards cariocas foram em peso ao show. O Vivo Rio, tradicional casa de shows da cidade, recebeu cerca de 2 mil fãs naquela noite de sexta (21). Antes mesmo de começar já ouviam-se gritos para o grupo, que só se intensificaram quando as cortinas se abriram. Como se não bastasse, KARD já entrou cantando You in Me, gerando mais gritos e um fanchant poderosíssimo.

 

 

Em seguida, eles fizeram uma pequena volta no tempo enquanto performavam Oh NaNa, para alegria daqueles que acompanham o grupo desde a primeira música. E ainda completaram em sequência o debut oficial, Hola Hola, uma música especial para os Hiddens brasileiros, já que eles gravaram algumas cenas do teaser do álbum aqui no país. Teve até direito a uma clássica sarrada no ar pelo BM.

 

 

 

Para descansar um pouco após as músicas agitadas, o grupo se introduziu oficialmente para os fãs. BM saudou todo mundo com um “Olá, cariocas!”, no bom português. Eles comentaram como era bom estar de volta, J.Seph lembrou que aquela data marcava exatos 450 dias desde a primeira vinda deles ao Rio de Janeiro. E Somin comentou como aquele começo só reforçava a lembrança deles de que a energia dos brasileiros nos shows era diferente.

Como não podia faltar performances do álbum mais recente, eles passaram para Dímelo, música com várias partes em espanhol e um clima bem latino. Isso sem contar a coreografia, com movimentos sexys. E depois Ride on the Wind, faixa principal do novo álbum. Mesmo nas músicas mais novas o fanchant não diminuía, e os Hiddens cantavam tudo.

 

 

Eles perguntaram se estavam se divertindo e se todos, mesmo no fundo, conseguiam ouvi-los bem. O quarteto revelou que além das músicas do grupo eles iriam apresentar solos de cada integrante. Enquanto BM e Jiwoo se preparavam, J.Seph e Somin ficaram no palco para divertir a plateia.

 

 

Cada solo teve um estilo diferente. BM mostrou suas habilidades como compositor com um rap criado por ele, enquanto corria pelo palco e pedia para os fãs fazerem barulho. Jiwoo mostrou o vocal poderoso dela com Friends do Marshmellow feat. Anne-Marie. Somin fez uma coreografia sexy na cadeira enquanto cantava Havana da Camila Cabello. E J.Seph fez um pouco de tudo, cantando, dançando e fazendo rap com Handclap, da banda Fitz and The Tantrums. E eles ainda terminaram com um dueto de BM e J.Seph.

Com um novo figurino, eles cantaram Trust Me. Apesar de ser a versão em grupo, eles usavam roupas combinando de acordo com cada dueto, J.Seph e Jiwoo de preto e BM e Somin de branco. Dessa, partiram para Knockin’ on my Heaven’s Door. Ao final da música, o público gritava “KARD eu te amo!” e eles retribuíram “Rio eu te amo!”. Eles também perguntaram se gostaram dos solos e surpreenderam com alguns covers especiais do grupo, inclusive 24K Magic, do Bruno Mars.

 

 

O grupo anunciou uma sessão de ballads, mas mesmo nelas, o público não deixou de ficar animado. Foi a vez de Into You, e em seguida Moonlight. Com o show chegando ao fim, eles já pareciam saudosistas, agradecendo a presença de todos lá e que estão sempre agradecidos pelo amor dos fãs, mesmo quando estão distantes. BM disse que ano passado eles já estavam felizes, mas que nesse show ficaram ainda mais, agradecendo por terem convidado-os novamente. Somin queria que o show durasse mais, Jiwoo comentou que eles se esforçariam para melhorar cada vez mais por causa dos fãs e J.Seph concluiu dizendo que estava triste por estar no final mas que outras turnês viriam. E em seguida cantaram as tão esperadas Rumor e Don’t Recall, algumas das favoritas dos fãs.

 

 

Depois disso chegou o encore, quando, depois de muitos gritos pelo nome do grupo, eles voltaram e reprisaram algumas das músicas do show, Ride on the Wind, Dímelo e Oh NaNa. Só que agora, com muito mais liberdade, eles deixaram as coreografias de lado para cantar segurando bandeiras do Brasil e pegando presente dos fãs mais próximos do palco, como orelhas de minnie (que tanto Somin quanto J.Seph usaram) e várias cartinhas, além de pegarem os celulares dos fãs para fazerem selfies únicas para eles.
BM fez graça mandando coração de volta para um fã e Somin mandou beijos até para quem estava no andar de cima. Para refrescar os fãs, eles abriram garrafas, depois daquela noite quente (em vários sentidos, digno no KARD), e jogaram água direto na plateia.

A noite terminou com o High Touch, e então houve a última despedida deles aqui no Rio. Mas esse foi apenas o começo da turnê, ainda tem uma semana inteira de KARD no Brasil, que passará por Belo Horizonte e São Paulo. Você pode conferir mais aqui.

 

Por Paula Bastos Araripe
Agradecimentos: Highway Star
Não retirar sem os devidos créditos.

O Portal KoreaIN é dedicado a divulgar todo tipo de informação e noticia sobre a Coreia do Sul e sua cultura.