Justiça Sociedade

Herdeiro da Samsung, Jay Y. Lee, é preso novamente por corrupção

Jay Y. Lee (cujo nome verdadeiro é Lee Jae Yong), herdeiro da Samsung, foi preso hoje por um caso de corrupção envolvendo seu nome. Desta vez, o filho de Lee Kun-hee – ex-presidente da empresa que faleceu em outubro do ano passado – enfrentará uma pena de dois anos e meio.



Lee foi preso pela primeira vez em 2017 por conta de seu papel no esquema de corrupção que terminou com o impeachment da ex-presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye. Na época, a condenação inicial havia sido de 5 anos, mas foi diminuída para a metade e anulada para que um novo julgamento fosse feito. Ele foi solto em fevereiro de 2018.

Lee é acusado de oferecer cavalos e propina para um amigo da ex-presidente para ganhar apoio para sua sucessão na Samsung. Park Geun-hye recebeu na semana passada a pena final de 20 anos de prisão, 10 anos a menos que a sentença original pedia. E Lee recebeu sua nova sentença hoje.

Após a divulgação da notícia, as ações da Samsung caíram 3,4%. Com a prisão, Lee só poderá assumir o cargo deixado por seu pai após ser solto. Ele também é réu em um outro caso envolvendo a fusão da Samsung com a Cheil Industries em 2015 e terá que comparecer às audiências durante o cumprimento da sua pena.

Durante sua última audiência, ocorrida em dezembro, Lee leu uma carta na qual pedia desculpas por seus atos. Além de enfatizar que se esforçará para fazer uma nova Samsung, ele também prometeu não repetir seus erros e nem passar o poder para seus filhos.

Fonte: (1)
Imagem: SeongJoon Cho (Bloomberg)
Não retirar sem os devidos créditos.

Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

Você também pode gostar...