Curiosidades Tradições

Iniciativa para adotar uniforme inspirado no hanbok já inclui mais de 40 escolas coreanas

Em um movimento de valorização e preservação da cultura, a Korean Craft & Design Foundation (KCDF) – organização filiada ao Ministério do Esporte Cultura e Turismo – produziu uniformes escolares inspirados no Hanbok, vestimenta tradicional coreana. No começo do programa, em 2020, foram distribuídos uniformes para 16 escolas de ensino fundamental e médio. Esse ano, com aumento da verba, 25 novas escolas vão poder participar do programa, que continua sendo ampliado.



O Hanbok é um símbolo muito forte da cultura Coreana. A vestimenta é utilizada há séculos, sendo mais proeminente durante a dinastia Joseon, e sofreu muitas alterações ao longo dos anos até chegar ao que é hoje. Por causa da influência cultural ocidental após a Guerra da Coréia (1950-53), o hanbok perdeu espaço para as vestimentas ocidentais, e atualmente não é utilizado no dia-a-dia. A peça fica reservada para datas comemorativas, como o Chuseok, o Seollal, e o Doljanchi – aniversário de um ano -, entre outros.

O projeto dos uniformes tem o intuito de mudar isso. Criada pela KCDF em parceria com o Ministério da Cultura e o Ministério da Educação, a iniciativa é financiada pelo governo. O objetivo do projeto é, em primeiro lugar, trazer a vestimenta tradicional para o dia-a-dia dos alunos, como uma estratégia de reavivar o gosto pela cultura tradicional. O Hanbok Advancement Center, fundação coreana que promove o hanbok e as técnicas históricas de produção da vestimenta, também esteve envolvido no processo. O diretor do Hanbok Advancement Center, Kim Min-Kyung, falou sobre a importância desse projeto como forma de reforçar e preservar a história, cultura e tradições coreanas.



As peças foram pensadas visando o conforto dos alunos e a durabilidade do uniforme; os uniformes tradicionais que vêm sendo utilizados nos últimos anos tendem a ser apertados e reduzir a mobilidade, mas as novas peças projetadas a partir do hanbok vão na direção oposta, dando mais liberdade de movimento aos alunos. Foram feitas coleções de Verão e Inverno, e em uma tentativa de atingir a igualdade de gênero foram projetadas calças também para as meninas – que geralmente tem apenas a opção de usar saia -, e não somente para os meninos.

Esse movimento de retorno às raízes culturais, na realidade, também pode ser visto em outras áreas. A Coréia vive, hoje em dia, uma onda retrô e nostálgica que se manifesta no cotidiano da sociedade. Grupos de K-pop como Oneus e Blackpink, entre outros, aparecem utilizando Hanboks modernizados em MVs, e músicas como IDOL, do BTS e Lit, do Oneus incorporam traços da música tradicional coreana em sua melodia. Elementos tradicionais são encontrados em todas as esferas da sociedade. Dessa forma, os novos uniformes estilizados como hanbok são outra maneira de trazer de volta a cultura tradicional para os dias atuais, e parecem estar fazendo sucesso.

Por: Sofia Rios
Fontes: (1)(2); (3); (4); (5); (6)
Crédito de imagem: Hanbok Advancement Center
Não retirar sem os devidos créditos

Você também pode gostar...