loader image

Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Esporte Internet TV

Atletas coreanas que podem ser crushes olímpicas

Já trouxemos para vocês alguns dos atletas olímpicos da equipe coreana que tiveram sua beleza comentada pelos internautas coreanos. Agora é a vez de mostrar as crushes mulheres que representam a Coreia do Sul e que são bem dignas de serem notadas, por causa desse combo beleza e talento. Confira os nomes e (como gostamos de facilitar para vocês) os respectivos perfis no Instagram para acompanhar cada uma das beldades.



Sim JaeYoung – Taekwondo (@_o914_ssim)

A atleta de 25 anos – 27 na idade coreana – é conhecida como “lutadora gelada”, porque não costuma mudar suas expressões, enquanto luta. Ela começou no taekwondo em 2007, após seguir a irmã para uma aula da modalidade e um professor sugerir que ela também virasse aluna. Sim recebeu o prêmio de melhor atleta em 2019 no prêmio feminino da MBN, na Coreia do Sul.


Lee Hyein – esgrima (@le_ehi)

Lee Hyein tem 26 anos e começou na esgrima em 2008, também por influência do pai. Ele também foi um atleta nacional da modalidade, antes de um ferimento que o forçou a se aposentar. Um dos lemas da esportista é “se ame mais do que tudo“. 



Yeo Seojeong – ginástica artística (@yeo_seojeong)

 

Tem 19 anos e alguns dos apelidos mais fofos como princesa do salto, fada do salto e bebê-chorona. Ela começou no esporte em 2010, influenciada pelos pais que eram competidores. Yeo machucou o ombro em 2019 e voltou a treinar no final de janeiro de 2020.


Lee Yunseo – ginástica artística (@yunseo9573)

Ela começou a praticar o esporte no primário, motivada pelo pai que era técnico na escola Jeonnong. Em 2017, ela teve problemas no ligamento do joelho e teve que fazer uma pausa nas atividades esportivas. Em 2019, foi nomeada melhor atleta pelo Conselho Esportivo de Seul. Lee tem 18 anos e se inspira na ginasta romena Nadia Comaneci.



An San – tiro com arco (@ssaaaann__22)

An San, de 20 anos, foi destaque em muitas matérias, não só por suas medalhas. Ela foi notada com sucesso por Solar (MAMAMOO), depois de se declarar fã do grupo e também virou alvo de críticas por usar cabelo curto e ser supostamente feminista. Seu apelido é Sanni, e começou a praticar o esporte na escola primária. Ela quis se juntar a um clube de tiro com arco recém-criado para ganhar um lanche, mas tinha apenas um time masculino. Então ela e os pais tiveram que pedir à escola para deixá-la se juntar ao clube. 


Im Aeji – boxe (@aejyu)

Im Aeji tem 22 anos e começou a lutar boxe na academia Cheonsa, entrando no esporte de forma competitiva na oitava série.  Ela já competiu no atletismo, por causa dos pais que adoravam esportes, principalmente a maratona. Decidiu mudar de esporte depois de assistir a um torneio de boxe, mas demorou um mês para que ela convencesse a mãe a deixá-la competir como lutadora. Ela ganhou o ouro na categoria leve no Campeonato Mundial Juvenil de 2017 em Guwahati, Índia, apesar de ter sofrido uma fratura na tíbia.



Park Dasol – judô (@_sol.2222)

A atleta tem 25 anos e já ganhou medalha de prata na modalidade nos Jogos Asiáticos de 2018, em Jakarta, Indonésia, e medalha de ouro no Campeonato Asiático-Pacífico de Judô 2021, realizado em Bishkek, Quirguistão. A filosofia dela é “Carpe Diem”, aproveite o momento.


Kang LeeSeul – basquete (@churi11_)

Aos 27 anos, já é considerada uma das melhores da Liga Coreana de Basquete Feminino no arremesso de três pontos. Durante a qualificação final para as Olimpíadas de Tóquio, em fevereiro na Sérvia, Kang conseguiu marcar seis de suas sete tentativas de três pontos, ajudando a equipe da Coreia a ganhar uma vaga olímpica no basquete feminino pela primeira vez em 12 anos. Após a qualificação, ela também recebeu um convite de treinamento do Washington Mystics da Women’s National Basketball Association (WNBA).



Ham EunJi- halterofilismo (@_haamzzi)

Ham tem 24 anos e seu apelido é Hamzzi. Ela competiu no atletismo enquanto estava na escola primária, mas seu pai, que treinava no halterofilismo, sugeriu que ela deveria tentar o levantamento de peso. Para atrair sorte nas competições, ela usa roupa laranja, pois considera esse o motivo que atraiu o primeiro ouro da carreira dela.  Ela foi nomeada melhor levantadora de peso no Campeonato Nacional da Área do Halterofilismo, na Coreia do Sul, em 2020. Durante as olimpíadas de Tóquio foi notada por um dos idols que admira, Kim Sunwoo (THE BOYZ).


Kim Yeon Koung – vôlei (@kimyk10)

Queridinha dos brasileiros, por causa de sua amizade com a jogadora brasileira Gabi, Kim Yeon Koung tem 33 anos. Além de jogar vôlei, ela mantem um canal no YouTube chamado Bread Unnie. Ela já jogou em times de vários países, por isso fala inglês, japonês, turco e coreano. Kim começou a jogar vôlei na escola primária, por influência da irmã. Ela já foi nomeada MVP (melhor jogadora de uma partida) nas Olimpíadas de Londres, em 2012. Já foi a jogadora de vôlei mais bem paga do mundo, porém, recentemente, aceitou uma redução salarial para voltar a jogar em times coreanos que têm um teto de gastos salariais. 



Kim HeeJin – vôlei (@geurujam_)

Kim Heejin tem 30 anos e uma das suas características principais é o cabelo curto, o que a fez ser conhecida como Heejini Hyung.  Ela começou a jogar vôlei, na escola, aos 11 anos. Kim treinava salto, mas o técnico a incentivou a trocar pelo vôlei. Deu tudo tão certo que ela foi escolhida pela primeira vez para a seleção coreana de vôlei feminino aos 18 anos. Em 2013 e 2015, foi nomeada MVP na Copa da Federação Coreana de Vôlei. Em 2014, ela recebeu o prêmio de jogadora de vôlei do ano no Dong-A Sports Awards


Bônus: coreanos tietando a jogadora Gabi – vôlei

Durante a partida entre o time coreano de vôlei feminino e o time brasileiro, a jogadora Gabi ficou entre os trending topics no twitter sul-coreano. Rolou até fancam e pedidos de casamento, como o desse post aí em que uma internauta pergunta se ela já pensou em se casar com uma fã e pediu que ela estivesse preparada para isso.

Fontes: (1), (2), (3), (4), (5), (6), (7), (8), (9), (10), (11), (12), (13), (14), (15)
Imagens: Federação Mundial de Taekwondo (reprodução), Instagram: le_ehi, yunseo9573, olympic, 99.1020, 0l0l_0ll (reprodução), Yonhap News (reprodução), Sports DongA (reprodução), Tokyo Reuters (reprodução), Dmitory (reprodução), Daum (reprodução), Federação Internacional de Basquete (reprodução), KBS (reprodução), SPOTVNews (reprodução)
 Não retirar sem os devidos créditos

Leticia Brito

Jornalista goiana, apaixonada por realities, webtoons e pelo Day6.

Performances do KPOP que usam a Língua de Sinais GIRLS PLANET 999: Conheça o novo survival show da Mnet 5 Dramas com Kim Seonho Porque Idols de KPOP debutam no Japão? 8 apresentações icônicas do KPOP