loader image

Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Cultura Curiosidades Língua

Trabalhar e estudar na Coreia: o que você deve saber sobre etiqueta coreana

Das nuances da língua aos modos à mesa, a cultura coreana é muito diferente da nossa. As regras de etiqueta na Coreia podem ser surpreendentes para quem não conhece nada do país e até mesmo para quem já conhece algumas coisas. A língua coreana tem diferentes formalidades, se usam honoríficos depois do nome ou título das pessoas, e existem regras até mesmo para a posição das mãos ao segurar o copo para brindar e para o aperto de mão. Hoje, vamos falar um pouco sobre essas regras de etiqueta para quem pretende ir trabalhar ou estudar na Coreia.



Imagem: Reprodução IDN Times

Uma das regras de etiqueta mais conhecidas é a da linguagem. As frases e palavras em coreano podem ter três terminações diferentes e cada uma indica um nível de respeito: a informal se usa com amigos próximos; a linguagem formal se usa com amigos que sejam mais velhos e conhecidos mais velhos com idade próxima à sua; a linguagem formal de respeito mais alto é utilizada com pessoas idosas (incluindo os avós) e qualquer pessoa que esteja mais alta do que você na hierarquia de trabalho – seu chefe, alguém que está há mais tempo na empresa, etc. Esta é uma regra muito importante quando se vai trabalhar na Coreia, uma vez que é esperado que você trate seu chefe e colegas de trabalho com muito respeito.


Outra coisa importante é o cumprimento. No Brasil, estamos acostumados a cumprimentar com um – ou dois ou três, dependendo do estado – beijinhos no rosto, um aceno, um toque, um leve aperto de mão ou até mesmo um simples “oi”. Não existe uma regra de verdade sobre como cumprimentar as pessoas. Na Coreia isso é bem diferente. Os coreanos cumprimentam pessoas desconhecidas, pouco íntimas ou em ambientes formais com uma reverência. As pernas devem ficar juntas e o corpo se curva para frente; quanto mais se curva, mais respeito se demonstra. Não se faz contato visual ao se curvar e as mãos devem ficar coladas aos lados do corpo, pressionadas contra a barriga ou relaxadas ao lado do corpo. Reverências mais curtas são aceitáveis quando se encontra um amigo ou alguém com idade próxima à sua, muitas vezes apenas um aceno de cabeça, mas em outros momentos a reverência deve ser mais profunda.

Do lado esquerdo, duas pessoas fazendo uma reverência formal, com as mãos sobre a barriga. Do lado direito, uma mão estendida para um cumprimento, onde a outra mão vai abaixo como um suporte para o aperto. Imagem: Reprodução 10 magazine.


Ainda sobre cumprimentos, às vezes uma pessoa mais velha ou com status acima do seu pode iniciar um aperto de mão – uma pessoa mais jovem ou com menor status não deve iniciar um aperto de mão. Neste caso, a pessoa mais jovem deve aceitar utilizando sempre as duas mãos. Este cumprimento geralmente acontece junto com a reverência e é importante lembrar de não se levantar da reverência para aceitar o aperto de mão.


Falando em utilizar as duas mãos, na Coreia é considerado falta de respeito entregar algo para alguém – ou até mesmo apontar – utilizando apenas uma mão. O correto é oferecer as coisas com as duas mãos, seja segurando o objeto com ambas, ou segurando com uma mão e sustentando o pulso ou braço com a outra, ou de outras maneiras que envolvam as duas mãos. Esta é uma regra importante em geral, mas caso você esteja na Coreia a trabalho, é provável que precise trocar objetos (cartão de visita, caneta, entre outros) com outras pessoas, e é bom ter em mente esta forma de respeito. Para os estudantes, mesmo com pessoas de idade próxima à sua, esta regra se aplica, especialmente para conhecidos que não sejam tão próximos.

Imagem de como se deve entregar um cartão de visitar. Reprodução: Business Korea,

Algo muito comum entre os coreanos é sair para beber depois do expediente. É comum que colegas de trabalho e até mesmo o chefe saiam para beber juntos, e pode até ser considerado falta de respeito se negar a ir. Nesses encontros, as regras de etiqueta à mesa são muito importantes. Primeiramente, é considerado falta de educação começar a comer ou beber antes daqueles que são mais velhos do que você. Porém, há também muitas outras regras que podem ser surpreendentes. Por exemplo, você sabia que é considerado desrespeitoso servir seu próprio copo? Especialmente quando se trata de bebidas alcoólicas, o correto é encher o copo das outras pessoas e deixar que encham o seu quando estiver vazio, lembrando sempre de usar as duas mãos para servir – você pode segurar a garrafa com as duas mãos ou segurar com uma e apoiar o braço com a outra.
Na hora de brindar, a hierarquia de idade volta, pois o copo das pessoas mais jovens deve sempre estar abaixo do copo das pessoas mais velhas. É também considerado falta de respeito beber o álcool virado para alguém mais velho do que você, então os jovens se viram de lado, o corpo longe dos mais velhos da mesa, e cobrem a boca com a mão para beber.



Você já conhecia alguma destas regras? Alguma te surpreendeu? Conte para a gente nos comentários!


Fonte: (1), (2)
Imagens: Reprodução (asian inspirations, 10 magazine, BusinessKorea, ivisitkorea).
Não retirar sem os devidos créditos.



Sofia Rios

Meu nome é Sofia, tenho 24 anos e sou formada em Letras Português-Inglês pela UFRJ. Atualmente trabalho como professora da educação infantil, e dou aulas de Inglês, Coreano e Escrita Criativa.

Performances do KPOP que usam a Língua de Sinais GIRLS PLANET 999: Conheça o novo survival show da Mnet 5 Dramas com Kim Seonho Porque Idols de KPOP debutam no Japão? 8 apresentações icônicas do KPOP