Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Cotidiano

Dispatch chama especialistas para verificar procedência dos itens de luxo de Song Ji Ah

Acostumadas com o grande número de imitações de seus produtos, as marcas de luxo possuem um time de especialistas para verificar a procedência de seus itens. Caso suspeitem que adquiriam uma mercadoria falsa, consumidores podem levar a peça para ser avaliada em uma loja da marca.

Após ser envolvida em uma polêmica sob o uso de peças falsificados, a youtuber Song Ji Ah levou diversos itens de sua coleção até à Dispatch para serem avaliados por especialistas. As análises, divulgadas individualmente item por item, constataram que Song possui peças originais em seu guarda-roupa. Porém, devido ao julgamento do público, tudo que usou até hoje foi considerado como falsificado.

Itens levados por Song para análise dos especialistas.

Além de entregar os itens, Song também contextualizou as situações em que adquiriu os mesmos. Alguns foram comprados enquanto outros lhes foram dados de presente. De fato, a youtuber estava ciente da má procedência de certas peças, mas não de todas, já que haviam presentes no meio dos itens.

Em entrevista à Dispatch, Song se defendeu ao dizer que nunca tentou vender algo falsificado como se fosse original. Porém, ela também diz não ter um motivo plausível para adquirir itens falsificados, já que justificou seu ato dizendo que achou as peças “bonitas”.

Desde a abertura do canal Freesia, ela usou mais de 300 figurinos nos 237 vídeos postados. Em seu Instagram, haviam mais de mil fotos com os mais diversos itens de luxo, como sapatos, bolsas e acessórios. Além de todas essas somas, também há, obviamente, o que foi usado como figurino enquanto esteve no Single’s Inferno.

Entre todos os itens usados em diferentes contextos, cerca de 20 foram apontados pelos internautas como sendo falsificados. E foram justamente esses os escolhidos para análise na Dispatch. Os especialistas fazem parte de uma organização dedicada à identificar falsificações de itens de marcas de luxo.

O resultado das análises podem ser conferidos abaixo.


1. Bolsa Chanel

A bolsa da Chanel foi mostrada em um vídeo de unboxing postado no canal em 2019. No registro, ela diz que a bolsa é tamanho pequeno, mas internautas disseram se tratar de um tamanho médio. As suspeitas de falsificação foram levantadas porque a peça parecia velha, como se tivesse sido comprada usada. O item foi entregue para análise junto com a nota fiscal e especialistas comprovaram que o item era original (e do tamanho médio).

Veredito dos especialistas: Original.


2. Top Chanel

Um dos tops que abriu a polêmica das suspeitas de falsificação foi usado no Single’s Inferno e também apareceu em uma foto no Instagram de Song. As evidências foram a cor da peça parecer mais clara e a logo da Chanel parecer mais fina que o normal. A peça foi comprovada como sendo falsificada. Song comentou: “Comprei porque achei bonita. Levei para o Single’s Inferno para usar lá. Eu não estava ciente sobre falsificações. Foi muito estúpido. Não há desculpas“.

Veredito dos especialistas: Falsificado.


3. Top Dior

Mais uma peça usada em Single’s Inferno na lista. Desta vez, os internautas nem tiveram de investigar muito para saber que esta peça é falsa. Motivo: ela nunca foi lançada oficialmente pela Dior. Além disso, a escrita do nome da marca está “Dio” sem o “r”. Song se desculpou e disse que a peça foi um presente da dona da loja na qual trabalhou em meio-período quando estava no Ensino Médio.

Veredito dos especialistas: Falsificado.


4. Tênis da Louis Vuitton

O tênis usado em um vídeo do canal Freesia foi apontado como supostamente falsificado porque alguns detalhes e a cor pareciam diferentes daqueles que os internautas acharam ser a versão original. Porém, a peça de Song foi do modelo Rainbow Prism, enquanto o outro que os internautas colocaram para comparação era o Rivoli Sneakers. Ou seja, trata-se de duas peças diferentes. O tênis de Song foi comprado diretamente da loja da marca em Busan. Portanto, são originais.

Veredito dos especialistas: Original.


5. Relógio Rolex

Este relógio da Rolex esteve em um post no Instagram e diversos vídeos no YouTube. A peça foi postada junto com o cartão de garantia, mas internautas disseram que o número do registro estava incorreto e que tinham certeza se tratar de um item falsificado. A foto acabou sendo apagada. Os especialistas checaram a peça, a garantia e o cartão do vendedor e concluíram que não havia nenhum motivo para desconfiar de que se tratasse de uma falsificação.

Veredito dos especialistas: Original.


6. Colar e brincos da Van Cleef & Arpels

Nesta peça da marca francesa Van Cleef & Arpels, a posição da corrente e do pingente do colar estão diferentes, levando a crer que eram uma cópia. Logo, era de se esperar que os brincos também fossem falsificados. A própria Song admitiu que as peças eram falsificadas, explicando que comprou-as quando era mais nova e que não sabia que não eram originais.

Veredito dos especialistas: Falsificados.


7. Cachecol Chanel

Este cachecol da Chanel foi um dos mais perseguidos da controvérsia. Diversos detalhes foram apontados como sendo diferentes da versão original, como a logo, a ausência de etiqueta, o tamanho menor que o normal e outros mais. Porém, o item é original e foi presente de uma amiga, que ligou diretamente para Song após ver a proporção que a polêmica tomou.

Veredito dos especialistas: Original.


8. Cropped e cardigã da Chanel

A lista continua com um par de peças da Chanel. Ambas falsificadas. O cropped até chegou a ser vendido, mas teve sua produção descontinuada e não teve distribuição fora da França. Song disse que o comprou porque achou bonitinho. Já o cardigã tem detalhes diferentes da versão original. A youtuber disse que o comprou em um shopping e não sabia dizer se era ou não genuíno.

Veredito dos especialistas: Falsificados.


9. Corset e saia Gucci

Os internautas apontaram suspeitas de falsificação até em peças que não pertencem à Song Ji Ah. Estas foram usadas em um ensaio com figurino da Gucci e tudo foi devolvido após as fotos. Obviamente, todas as peças eram originais.

Veredito dos especialistas: Originais.


10. Casaco Moncler + casaco e vestido Louis Vuitton

O fato dos vídeos em que Song aparecia vestida com tais peças terem sido deletados são provas suficientes para fazer os internautas acreditarem que eram falsificadas. Porém, a verificação garantiu que as peças são originais. A razão pela qual o vídeo foi deletado foi porque nele aparece o próximo item da lista.

Veredito dos especialistas: Originais.


11. Bolsa Dior

A própria Song Ji Ah assumiu que esta bolsa era falsificada, contando que comprou na rua quando durante um passeio quando era mais nova. O curioso aqui, porém, é que ela usou a bolsa falsa em um anúncio (indireto, diga-se) de um perfume da própria Dior.

Veredito dos especialistas: Falsificada.


12. Bolsa Chanel

Os internautas suspeitaram desta bolsa por causa da corrente que serve como alça. Após análise, especialistas afirmaram que a peça é original e que as cor da corrente varia de acordo com a cor da logo da Chanel, podendo ser prateada ou dourada.

Veredito dos especialistas: Original.


13. Bolsa e cinto de couro Chanel

Este é mais um caso em que o vídeo mostrando as peças foi deletado. Para os internautas, isto é um sinal claro de que as peças mostradas não são genuínas. Porém, Song apresentou a nota fiscal de ambos os produtos para provar que eram originais. O vídeo foi deletado porque também mostrava o colar falsificado da Van Cleef que aparece listado em 6º na lista.

Veredito dos especialistas: Originais.


14. Bolsa Dior

Mais uma vez, os olhos de águia dos internautas detectaram diferenças na forma da bolsa e que o “i” de Dior estava escrito ao contrário, indicando que a peça é uma imitação. Song disse que recebeu a bolsa como item para um ensaio, então não se importou muito se era original ou não.

Veredito dos especialistas: Falsificada.


15. Suspensórios Chanel e calça Fendi

Os suspensórios da Chanel apresentam diferenças no tamanho da fonte e espaçamento da logo da marca. Além disso, o material também é diferente. Já a calça da Fendi trata-se de um modelo inexistente no mercado. Song conta que usou as peças em um ensaio para uma marca de cosméticos e que a equipe de produção separou seu figurino. Portanto, não se pôde verificar a veracidade das peças.

Veredito dos especialistas: Inconclusivo.


16. Vestido e top Marine Serre

Internautas afirmam que o top apresenta um padrão de costura diferente dos originais. O caso do vestido, porém, é mais simples de ser desvendado porque ele, simplesmente, não existe na coleção da marca Marine Serre. Song Ji Ah disse que comprou as peças porque achou bonitas e que, ao ver “Marine” escrito na nota fiscal, não sabia que era se referido à famosa marca.

Veredito dos especialistas: Falsificados.


17. Vestidos Saint Laurent e Alexander Wang

O vestido original da Saint Laurent tem a mesma cor vermelha nas partes internas e externas. O de Song tem o forro branco, indicando que não é genuíno. A peça foi comprada de uma loja estrangeira e a própria youtuber disse isso em vídeo. Porém, a mídia reportou que ela estava usando um Saint Laurent, implicando que a peça era original, e ela não se manifestou para corrigir o artigo. No caso do Alexander Wang, a roupa foi preparada pela equipe do programa que Song participou. Portanto, não há como atestar se é original ou não.

Veredito dos especialistas: Saint Laurent Falsificado e Alexander Wang Inconclusivo.


18. Pulseira e anel Louis Vuitton

As suspeitas de falsificação foram baseadas em acusações de que a pulseira imitava o design de um produto da Cartier além de cores diferentes dos originais. Porém, a nota fiscal dos produtos foram apresentadas para atestar que eram originais.

Veredito dos especialistas: Originais.


19. Bolsa Chanel

A bolsa recebeu diversas críticas sobre os detalhes da costura para provar que era uma imitação. Porém, Song disse que foi um presente e que tinha certeza que era um produto original. Os especialistas confirmaram.

Veredito dos especialistas: Original.


20. Touca Chanel

O produto apareceu em um vlog postado no YouTube e levantou suspeitas porque a peça foi embalada em uma sacola plástica. Porém, Song apresentou a nota fiscal da compra.

Veredito dos especialistas: Original.


21. Biquíni Louis Vuitton

O biquíni apareceu no Single’s Inferno e foi apontado como sendo uma falsificação porque não apresentava o detalhe de metal na parte que fica entre os seios. Porém, o detalhe, na verdade, fica nas costas. Além disso, a nota fiscal confirma que a peça é original.

Veredito dos especialistas: Original.


Em entrevista após as análises, Song Ji Ah se desculpou mais uma vez por não saber reconhecer a procedência de alguns de seus itens e afirma que está refletindo sobre suas ações. A youtuber já havia postado mensagens de desculpas em seu Instagram e também em vídeo no seu canal.

Leia mais:
Song Ji Ah, de “Single’s Inferno”, divulga pedido de desculpas por usar roupas de grife falsificadas

Song Ji Ah posta vídeo de desculpas pela polêmica com uso de produtos falsificados

Fonte: (1)
Imagens: Instagram e Dispatch
Não retirar sem os devidos créditos.

Tags relacionadas:

  • Greyce Oliveira

    Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

    5 K-Dramas com Kim Min Kyu Artistas do k-pop que não nasceram na Coreia Faixas do K-pop que destroem os haters Locais de filmagem do K-Drama My Liberation Notes Filmes com a Tokyo de La Casa de Papel Coreia