Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Política

Parlamentar Jang Hye-young defende que a hora da Coreia do Sul aprovar uma lei antidiscriminatória é agora

Com a aproximação das eleições presidenciais sul-coreanas, os candidatos ao cargo procuram divulgar suas propostas para conseguir mais eleitorado. Porém, o assunto sobre uma lei antidiscriminatória para o país ainda é delicado e evitado por muitos partidos.

O Partido da Justiça, porém, deixou sua posição bastante clara. A parlamentar Jang Hye-young, integrante do partido e parte da Assembleia Nacional da Coreia desde 2020, disse em entrevista ao jornal The Korea Herald que a hora de aprovar uma lei assim é agora.

Nas palavras de Jang: “Uma lei antidiscriminatória tem sido promessa de campanha desde as eleições legislativas de 2020 tanto ao nível de candidato quanto de partido. O Partido da Justiça e a candidata  Sim Sang-jung acreditam que já está na hora de passar esta legislação“.

Jang ainda destaca que mesmo a Coreia do Sul sendo a 10ª maior economia do planeta, a discriminação ainda está presente na vida de muitos cidadãos. Os esforços da parlamentar para defender as minorias no país começaram quando ela começou a defender os direitos da sua irmã, que é deficiente.

Pouco a pouco, sua luta foi se expandindo para outras minorias. Hoje, Jang também procura defender os direitos das mulheres e dos grupos LGBTQIA+, do qual muitos de seus amigos fazem parte. Segundo ela: “Quando você descobre um tipo de discriminação, você naturalmente começa a notar outros“.

Ano passado, os esforços de Jang foram reconhecidos pela revista TIME que a incluiu entre as 100 pessoas que estão ajudando a moldar um futuro melhor para o mundo. Aos 34 anos de idade, ela é uma das políticas mais jovens no país e uma das poucas representantes femininas na assembleia onde 4 de 5 membros são homens.

Leia mais:
TIME inclui legisladora coreana na TIME100 Next: conheça Jang Hye-young

Fonte: (1)
Imagem: Park Hyun-koo (The Korea Herald)
Não retirar sem os devidos créditos.


Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

Curiosidades do BL coreano Cherry Blossoms After Winter Idols de K-Pop que possuem tatuagens 7 K-Dramas com Ahn Hyo Seop Motivos para assistir o K-Drama Twenty-Five Twenty-One Curiosidades sobre o K-drama BL Semantic Error