Coreia do Sul

5 MENTIRAS sobre a Coreia do Sul

Conhecer uma nova cultura, traz junto várias dúvidas sobre aspectos do povo em questão. O trabalho da KoreaIN é também poder explicar e desmistificar a cultura coreana.
Selecionamos para explicar a vocês 5 mitos da culinária coreana que tem gerado bastante discussão recentemente nas redes sociais. Confira:

01 – Suco de Larva – MENTIRA

Os pequenos flocos brancos boiando na água são: ARROZ!
É até bastante comum você ver em restaurantes e barracas de comida de rua, o Sikhye, que é nada mais que um “suco de arroz”.
Essa bebida adocicada, é uma das mais populares da Coreia. Trata-se de um chá tradicional, muito consumido em feriados festivos.

02 – Todo restaurante tem panelas ao ar livre – MENTIRA

Apenas alguns restaurantes, que fazem pratos que necessitam de forno à lenha ou assados na brasa, que possuem estruturas para panelas ao ar livre.
A grande maioria dos restaurantes em Seul e outras grande cidades do país, por exemplo, possuem uma cozinha industrial semelhante às ocidentais.

03 – Todos os coreanos comem Carne de Cachorro – MENTIRA

Por mais que o consumo da carne de cachorro ainda aconteça na Coreia do Sul, assim como em boa parte da China, apenas as mais antigas gerações mantém o hábito.
O consumo não é algo comum e existem restaurantes especializados na carne. Praticamente nenhum restaurante dos centros de Seul e outras grandes cidades da Coreia, comercializam carne de cachorro.

Além disso, as mais recentes gerações de coreanos não se interessam pela carne de cachorro, inúmeros movimentos e protestos contra a comercialização desse tipo de carne tem se tornado populares nos últimos 10 anos.

04 – Coreanos só comem polvo e lula – MENTIRA

Ainda que os coreanos consumam bastante frutos do mar, a dieta coreana é bastante rica e variada.
As refeições diárias são compostas por diversas folhas, vegetais e oleaginosas (amendoim, gergelim, alface, nabo, acelga, pepino, broto de feijão e outros).
Esses alimentos são acompanhamentos para arroz, macarrão, carne suína, bovina (ainda que seja bastante cara), aves, ovos e outros.

05 – Não tem variedade de comida para estrangeiros – MENTIRA

Muitos estrangeiros acham que estando na Coreia, não terão opções de alimentação. Acontece que a própria culinária coreana atende diversos paladares, além da culinária ocidental que se uniu a tradicional.

Os restaurantes coreanos oferecem um mix de pratos feitos com frango cozido e frito, peixes, salcishas, macarrão, carne suína e bovina, além das opções vegetarianas.
Mesmo boa parte dos pratos tradicionais sendo bastante apimentados, existem várias opções de comidas sem nenhum tipo de pimenta.

Indicamos para os que não queiram aventurar tanto, os seguintes pratos:

  • Kimbap
  • Bibimbap
  • Dakgangjeong
  • Hoteok
  • Bulgogi
  • Dakgalbi
  • Samgyeopsal
  • Mandu
  • Todos os tipos de espaguetti.

Por Naira Nunes
Fonte: My Korean Kitchen, SBS/Dateline, Revista KoreaIN
Não retirar sem os devidos créditos.

Coreia do Sul irá mudar a lei que proíbe o aborto no país

O Tribunal Constitucional sul coreano declarou nesta quinta-feira (11) que a lei que proíbe o aborto na Coreia é insconstitucional. Com 7 votos a dois, foi determinado que a lei, datada de 1953, deverá ser alterada até o final de 2020.

O país é um dos últimos desenvolvidos que proíbem o aborto, exceto em casos de estupro, incesto ou risco para a mãe. Fora destes casos, as mulheres que recorrem ao aborto podem ser condenadas a um ano de prisão e ao pagamento de multa. Já os médicos que realizam o procedimento podem ser condenados a até dois anos de prisão.

“A proibição do aborto limita o direito das mulheres a assumir seu próprio destino e viola seu direito à saúde ao restringir o acesso a procedimentos seguros no momento oportuno.”, afirmou o Tribunal Constitucional em comunicado.

O anúncio da decisão foi recebido com gritos de alegria e abraços de centenas de mulheres reunidas diante da sede do Tribunal Constitucional, no centro da capital, Seul.

Apesar da lei de 1953, quase ninguém é processado por abortar ou pelo procedimento de aborto, mas diversas associações exigem a legalização do aborto e alegam, entre outros motivos, que as mulheres com poucos recursos são obrigadas a realizar o procedimento em locais em péssimas condições.

Créditos: G1

[#ConcursoCultural] ESTUDE NA COREIA DO SUL com BOLSA de estudos!

A Solbridge abre as portas de sua universidade, que fica localizada no complexo estudantil de DaeJeon (um dos melhores da Coreia do Sul), para os brasileiros terem a oportunidade de conhecer um dos melhores ensinos do mundo.

Você poderá competir por 09 bolsas de estudo na Universidade Solbridge em um concurso cultural. Basta preencher o formulário no final dessa publicação e criar um texto curto, de até 280 caracteres (em inglês), respondendo a pergunta “Por que eu quero estudar na Coréia do Sul?“.

Todas as inscrições serão avaliadas pela própria Solbridge, e você poderá escolher entre MBA, BBA, MS Exchange e Intercâmbio! Você pode participar até o dia 20 de abril. As inscrições, após a revelação dos resultados, vão até 10 de maio.

Premiação

A Solbridge premiará TRÊS (03) pessoas com 80% de desconto no programa, TRÊS (03) pessoas com 70% de desconto no programa e mais TRÊS (03) pessoas com 60% de desconto no programa. Serão 09 bolsas de estudos!

Você poderá se inscrever até o dia 20 de abril de 2019, e os resultados serão divulgados até o dia 25 de abril de 2019. O vencedor terá até o dia 10 de maio de 2019 para confirmar que ficará com a bolsa da Universidade. Caso haja desistência ou não seja feita a matrícula, a bolsa de estudos sera passada para o próximo candidato da lista de selecionados.
Início das aulas: Setembro/2019.

Nota:

  • Para obter a bolsa de estudos, os estudantes devem se adequar aos critérios da universidade, descritos no formulário e no site www.solbridge.ac.kr/.
  • A bolsa de estudos pode ser usada para todos os programas da universidade, como MBA, BBA, MS Exchange e Intercâmbio .
  • Já deverá ter concluído o ensino médio.
  • Precisa ter inglês nível intermediário ou avançado.
  • Conheça os cursos que a Solbridge oferece em: www.solbridge.ac.kr/.
  • A bolsa é para a matrícula do programa e não se aplica à taxa de inscrição, residência e outros custos que o aluno possa ter.
  • Concurso válido para matrículas apenas até maio de 2019.

Sobre a SOLBRIDGE

Com um modelo internacional de ensino, a Solbridge é uma das melhores universidades da Coreia do Sul. A instituição possui selo de acreditação da Association to Advance Collegiate Schools of Business (AACSB), órgão o qual certifica como “execelente”, apenas 5% das “business schools” do mundo.
A universidade também possui parcerias com grandes empresas coreanas, aumentando as probabilidades para estágios e empregos fixos no país. Além disso, o campus, onde também ficam os dormitórios, possui equipamentos de alta tecnologia, além de cafés, lojas, restaurantes, piscina, academia e mais. O estudante usufrui de uma infra-estrutura de alto padrão, que irá permitir o desenvolvimento de suas capacidades como profissional.

Por Naira Nunes
Não retirar sem os devidos créditos.


Festival Arirang e o Carnaval Brasil-Coreia

Em 2019 é comemorado 60 anos de relações diplomáticas entre Brasil e Coreia do Sul, além do centenário da Independência coreana, e no próximo dia 1 de março será realizado no Bom Retiro (São Paulo) o Arirang Carnaval e a Exposição: Liberdade e Paz.
Os eventos acontecem através do Centro Cultural Coreano no Brasil, em parceria com a Associação Cultural Coreana do Brasil e com a Associação de Pintura e Caligrafia Coreana, em comemoração aos 60 anos de relações entre Brasil e Coreia, e aos 100 anos do feriado nacional coreano do dia 1º de março, data do primeiro grande movimento popular em prol da independência coreana, da liberdade e da paz.

O evento contará com apresentações culturais, exposições, flash-mob de K-dance, workshop de pintura e caligrafia coreana, entre muitas outras atrações! Fechando o dia com um bloco de carnaval, com direito a desfile temático sobre a cultura coreana, em parceria com o Bloco Fuzuê São Paulo.

Exposição e História

Antes mesmo de começar o período do feriado de Carnaval, do dia 28 de fevereiro ao dia 15 de março o Centro Cultural Coreano realizará, também, a Exposição “Liberdade e Paz: Primavera, Estrela e Silvestre”.

A exposição trará obras literárias e fotografias do início do século XX na Coreia e obras da Associação de Pintura e Caligrafia Coreana. Já no primeiro dia (28/02) será realizada uma palestra sobre a história moderna da Coreia do Sul e o movimento do dia 1º de março.
No mesmo dia acontecerá um Concurso de Recitação Poética, na língua coreana, com direito a premiação para os primeiros colocados, e claro, muito aprendizado.

Os eventos são uma ótima oportunidade para você se divertir no Carnaval com aprendizado, e sem ficar longe da história e cultura coreana. Participe de todas as atividades e atrações e vamos comemorar a amizade entre Brasil e Coreia neste momento tão importante para a história.

Serviço:

Exposição – Liberdade e Paz: Primavera, Estrela e Pradaria
Dia: Entre 28 de fevereiro e 15 de março de 2019
Local: Centro Cultural Coreano no Brasil – Al Barros, 192 – Santa Cecília

Carnaval Arirang
Dia: 01 de março de 2019 (sexta)
Local: Pça. Cel. Fernando Prestes – Bom Retiro (Próximo ao Metrô Tiradentes)

Mais infos: facebook.com/kccbrazil/

Por Naira Nunes
Não retirar sem os devidos créditos.

Kingdom: Nova série sul-coreana da NETFLIX traz uma “Coreia medieval” infestada de zumbis

Quando todos já pareciam estar cansados de ver zumbis nas telas, a Netflix decidiu inovar e lançou nesta segunda (17) o trailer oficial da misteriosa série “KINGDOM”.

A história aborda a Coreia do Sul de 600 anos atrás, retratando uma Dinastia Joseon com um reino derrotado pela corrupção e infâmia, até que uma misteriosa praga zumbi se espalha, trasformando os infectados em monstros.
O trailer retrata a jornada do príncipe coroado em busca de um motivo para o que havia acontecido ao seu pai, o Rei, ao que se revela um perigo que passa a atingir toda a nação.

As série terá Joo JiHoon (“Along with the Gods”, e “Dark figure of Crime”) como Príncipe, Bae Doona ( “Sense 8” e “Cloud Atlas”) como Seo-bi, Ryu Seungryong ( “Miracle at Cell No.7”) como Jo Hak-jo e Kim Sangho (“The Beauty Inside” e “The Happy Life”).

Em produção desde 2017, a série original da Netflix em parceria com os coreanos Kim Seong-hun, diretor de “Um Dia Difícil”, e escrita por Kim EunHee (“Signal” um dos programas mais assistidos na Coreia do Sul em 2016), traz 8 episódios na sua primeira temporada, prevista para lançamento em 25 de janeiro de 2019.

 

Por Naira Nunes
Fonte: Coming Soon e Estação Nerd
N
ão retirar sem os devidos créditos

Coréia do Sul fecha fazenda de cachorros para transforma-la em parque

A maior fábrica de carne de cachorro do país foi fechada em Seongnam, subúrbio de Seul. A estrutura tinha capacidade para armazenar dezenas de cães e estima-se que um milhão de animais eram mortos anualmente para virar comida.

A carne canina é considerada uma iguaria em algumas partes do país, apreciada principalmente no verão, e acredita-se que aumente a energia. Porém, a prática começou a perder força devido ao fato de cada vez mais pessoas criarem cachorros como animais de estimação e os jovens verem o hábito como tabu. A agência France-Press destacou em uma pesquisa que 70% dos coreanos não comem carne canina, mas apenas 40% acham que a prática deve ser proibida.

 

 

Os grupos de defesa dos direitos dos animais considerou o ato uma vitória e a Humane Society International disse que isso evitará que mais cachorros sejam abatidos no futuro. Hyunji Kim, membro do Korea Animal Rights, disse à CNN “Como a maior, mais brutal e ilegal abatedouro de cachorros, Taepyeong-dong é notória por suprir grandes quantidades de cães para os arredores do tradicional mercado de Seongnam Moran. Seu fechamento é um evento histórico e, esperançosamente, possa desencadear o fechamento de outros abatedouros ilegais pelo país.”

Ativistas já haviam descrito algumas das atrocidades cometidas no complexo de Seongnam, dizendo que os cães eram frequentemente mortos com choques elétricos em frente de outros cães. O lugar foi construído de forma ilegal e desde 2013 havia planos de fecha-lo. E ainda existem muitos abatedouros espalhados pelo país. O governo pretende transformar a área em um parque público.

 

Fonte: The Huffington Post
Tradução: Greyce Oliveira
Não copiar sem dar os devidos créditos

Jovens sul-coreanas se rebelam contra a indústria da beleza

Jovens coreanas adotaram o movimento #Escapethecorset como forma de luta contra as normas de beleza impostas às mulheres pela sociedade sul-coreana. A hashtag, que significa “Escape do Corset” em tradução livre, representa uma batalha contra a beleza irreal que muitos esperam das mulheres. O corset, peça representativa para o movimento, é utilizado por muitas mulheres para a modelagem da cintura, exemplifica como moças sofrem para alcançar determinado padrão estético. O item, além de apertar a pele pode causar danos ao corpo, como a deformação da caixa toraxica.

O país, conhecido como referência no mundo da beleza, tem um grande mercado de produtos estéticos que movimentou  desde o início do ano de 2018, cerca de 16 bilhões de dólares. Com 4 milhões de inscritos, o canal voltado para maquiagem da sul-coreana Park Hye-min, mais conhecida como Pony, é apenas um reflexo da força do mercado de beleza local que movimenta valores estratosféricos de dólares e recebe grande atenção por parte da sociedade.

 

Nos metros da sul-coreanos existem diversas propagandas de clínicas de cirurgia plástica e cosméticos // Foto por: Bloomberg via Getty Images

 

Grande parte dos CFs, como são conhecidos os comerciais, realizados pelas celebridades, são para o mundo da beleza, e englobam desde rímeis, batons a até máscaras de hidratação facial. As mulheres são bombardeadas diariamente pelos padrões que estampam essas marcas: pernas longas e finas; pele clara e macia; olhos grandes e radiantes e lábios rosados são internalizados no cotidiano das jovens por meio de diversos comerciais, onlines e offlines; no trabalho e principalmente nos famosos dramas coreanos.

Os k-dramas, como também são conhecidos, geralmente apresentam protagonistas que se adequam as padrões citados. Não é difícil encontrar títulos que falem sobre amor próprio, mas ainda sim seguem padrões em relação aos atores ou reiteram a ideia de beleza interior, mas ao longo dos capítulos podemos ver uma transformação do visual da protagonista.

Em entrevista para o portal americano The Guardian, Cha Ji-won que participa ativamente do movimento, conta que sentiu como se nascesse novamente após parar de usar maquiagem. “Uma pessoa tem muita energia todos os dias, e eu costumava gastar a minha quase que por inteiro preocupada em “ser bonita”. Agora eu uso esse tempo, e energia, para ler e me exercitar”, afirma Cha.

 

Cha Ji-won antes e depois de parar de usar maquiagem.
Foto por: Acervo pessoal de Ji-won; The Guardian

 

 

De Goryeo até as ruas de Myeondeong hoje : 700 ANOS DE JORNADA

Da dinastia Goryeo até a Coreia do Sul de 2018, o mercado de beleza sul-coreano foi e ainda é um grande atrativo do país. A dinastia Goryeo foi a época em que o primeiro grande passo foi dado para a criação e enraizamento do nicho: durante o período, ocorreram as primeiras “aulas” sobre como usar maquiagens.

Maquiagens utilizadas na dinastia goryeo
Foto por: Coreana Cosmetics Museum

 

A adoção da maquiagem pelas gisaengs, jovens que serviam aos reis e nobres nos palácios, foi um dos pontapés para a dispersão dos cosméticos. Segundo historiadores, o primeiro rei de Goryeo, Tae Jo Wang, ordenou que as jovens utilizassem maquiagem e aprendessem as etiquetas necessárias para usar os itens de modo correto.

Era reconhecido como etiqueta que as gisaengs utilizassem maquiagens muito mais fortes, como pós muito brancos que contrastavam com fortes tintas em vermelho-vivo que eram usadas na boca.  A técnica era conhecida como bundae. A alta pigmentação no rosto das moças que serviam aos reis e nobres, contrastavam com as camponesas e outras jovens que utilizavam quantidades menores de pó e batom.

Maquiagens utilizadas pelas gisaengs na dinastia goryeo
Foto por: Blog do Naver (blog.naver/ahn640301)

 

A beleza vista em k-dramas históricos da Era Joseon é muito diferente para a do período anterior. Lá, o ideal de beleza feminino era algo leve e que ressaltava a beleza interior de cada uma, o que era uma herança trazida do confucionismo. Enquanto o bundae, se tornou algo ultrapassado e até imprudente, a beleza natural foi tomando cada vez mais espaço entre as jovens do reino Joseon.

Representação de Hwang Jini, uma famosa gisaeng da dinastia Joseon
Foto por: Coreana Cosmetics Museum

 

Ao longo de mais de 700 anos de trajetória, a evolução dos cosméticos e padrões de beleza sul-coreano levaram muitas jovens a terem muitas preocupações quanto às suas belezas internas. Questionamentos surgiram e agora vemos o início de um importante movimento para a libertação das mulheres na Coreia do Sul.

Maquiagens e acessórios usados ao longo das dinastias Goryeo e Joseon
Foto por: Tistory/dreamlives

 

Por Yasmin Marcondes
Fontes: The Guardian, Zum, Statista, Telegraph, She The People, Hanyang
Não retirar sem os devidos créditos.

[K-Profile] Conheça o girlgroup S.I.S: as talentosas irmãs mais novas da Coreia

Para tudo que agora é hora de exaltar girlgroup rookie cheio de fofura e talento! As irmãs mais novas da Coreia do Sul, o grupo S.I.S, completou 1 ano de debut não tem muito tempo, mas não é por serem novatas que não estão cheias de atividades. Pelo contrário, entre apresentações e comebacks, elas adoram fazer covers de estilos bem variados, mostrando o amor pela música e pelos fãs (nós selecionamos alguns dos melhores em outro artigo).

Vamos conhecer um pouquinho mais sobre o grupo e suas integrantes?

 

Sobre o grupo:

 

O nome S.I.S é uma sigla para “Serendipity In Stars”, em português algo como “o acaso nas estrelas”. A ideia é que o grupo pretende usar seus talentos para alcançar as expectativas dos fãs e chegar até as estrelas. Além disso, o nome também seria uma contração da palavra “sister” (irmã, em tradução livre), e então o grupo ficou conhecido por serem as “irmãs mais novas” da nação coreana. Por esse motivo, elas também representam 6 estilos diferentes de “irmãzinhas”, baseadas em suas personalidades e habilidades.

O S.I.S é um sexteto, que foi criado pela XX Entertainment oficialmente em maio de 2017. Todas elas participaram do The Unit, naquele mesmo ano, para mostrarem as habilidades de cada uma individualmente. Três delas, Anne, Gaeul e Sebin, chegaram a passar da fase das audições.

Apesar desse momento separadas, elas passaram cerca de 3 anos treinando juntas apenas para o grupo. E isso inclui botar a mão na massa, já que elas foram responsáveis por coreografar para o próprio comeback, com auxílio de um coreografo. Elas se inspiram na música pop e nas lendas femininas da Coreia, como Girls Generation e Lee Hyori.

 

As músicas:

 

Elas debutaram oficialmente no dia 25 de agosto de 2017, com o single I’ve Got a Feeling. A faixa título, de mesmo nome, é fiel ao conceito fofo que elas planejaram para o grupo, com uma melodia gostosa de ouvir e que é impossível não sorrir junto. Já o MV acompanha bem, com uma história romântica fofa com participação de Kwon Hyunbin, ex-JBJ e participante do Produce 101 Season 2. O single ainda tem mais duas músicas, Ah Ya! (아야) e My Space (나의 우주), que completam o álbum.

 

 

Em setembro de 2018, elas fizeram o primeiro comeback, com o single Say Yes. O lançamento mantém o conceito fofo, só que dessa vez ganhou tons mais energéticos. A música principal é animada e o MV muito colorido e divertido, tem até truques de mágica! É daquelas músicas que até a coreografia do refrão é viciante e dá vontade de dançar junto. As outras músicas do álbum são Crush e Pink Flowers.

 

 

As integrantes:

 

J-Sun

Nome completo: Kim Jihae

Posição: Líder, vocalista

Aniversário: 10 de agosto de 1995

Altura: 1,70 m

Tipo Sanguíneo: A

Curiosidades:

  • Representa a “irmã mais nova perfeita”.
  • Ganhou prêmio do prefeito de Gimhae no ensino fundamental e de Gwangjin-gu no ensino médio.
  • Estuda dança e tem talento especial em ballet.
  • É muito animada e entusiasmada.
  • No tempo livre ela gosta de ouvir música, dançar, escrever no diário, ficar no youtube e ver filmes, especialmente de terror.
  • Sua cor favorita é vermelho.
  • Suas comidas favoritas são sushi, pizza e macarrão.

 

Dal

Nome completo: Kim Ahyeon

Posição: Vocalista principal

Aniversário: 28 de maio de 1996

Altura: 1,65 m

Tipo Sanguíneo: A

Curiosidades:

  • Representa a “irmã mais nova de voz doce”.
  • Graduada na Hanlim Arts High School Department of Applied Music.
  • Ganhou várias competições de vocal, tanto em coro quanto solo.
  • Ela é capaz de imitar voz de cantoras e também de personagens de anime.
  • Seus hobbies são escrever, compor e ler livros de mistério.
  • Gosta das cores preto e branco.
  • Adora chocolate amargo.

 

Minzy

Nome completo: Choi Minji

Posição: Rapper principal, dançarina

Aniversário: 2 de fevereiro de 1997

Altura: 1,63 kg

Tipo Sanguíneo: A

Curiosidades:

  • Representa a “irmã mais nova princesa do gelo”.
  • Estuda na School of Performing Arts in Seoul.
  • Já foi backdancer da Ailee.
  • Ganhou competições nacionais de dança enquanto estava na escola e seu talento especial é o estilo “popping”.
  • Ela gosta de ver filmes, ouvir música e ir em eventos ou exibições.
  • Sua cor predileta é verde.
  • Comida favorita? Qualquer coisa que a mãe fizer.

 

Gaeul

Nome completo: Choi Moonjoo

Posição: Vocalista

Aniversário: 12 de agosto de 1998

Altura: 1,67 m

Tipo Sanguíneo: A

Curiosidades:

  • Representa a “irmã mais nova feminina”.
  • Inteligente, ela foi a melhor aluna de sua turma no ensino fundamental e ganhou um prêmio pelas notas no ensino médio.
  • Ela tem muita noção de estilo e moda.
  • Quando tem tempo livre gosta de ouvir músicas calmas, passear pelo rio Han e jogar jogos online.
  • Ela prefere filmes com finais felizes.
  • Cores favoritas são branco e preto.
  • A comida que mais gosta é carne.

 

Anne

Nome completo: Kim Sungyeon

Posição: Vocalista, dançarina

Aniversário: 3 de maio de 2000

Altura: 1,62 m

Tipo Sanguíneo: O

Curiosidades:

  • Representa a “irmã mais nova amável”.
  • É de Daegu, então ela costuma falar no dialeto local.
  • Ganhou uma competição nacional de dança do ventre.
  • Já foi atleta de atletismo.
  • Além de cantar e dançar, também é boa atuando.
  • Ela gosta de ouvir músicas melancólicas e passear sozinha. De filmes, os estilos favoritos são fantasia e ação, além de gostar de ver anime.
  • Foi backdancer do UNB no MV de Black Heart.
  • Gosta das cores roxo e verde claro.
  • Adora comer torrada, queijo, chocolate e arroz.

 

Sebin

Nome completo: Lee Sebin

Posição: Vocalista, maknae

Aniversário: 2 de julho de 2001

Altura: 1,60m

Tipo Sanguíneo: B

Curiosidades:

  • Representa a “irmã mais nova energética”.
  • Ganhou prêmio em excelência em poesia.
  • Ela fala enquanto dorme.
  • É animada e deixa qualquer um feliz, tanto que ganhou o apelido de “Beagle”, por ser agitada como o cachorro.
  • Seus hobbies são cantar e assistir filmes, principalmente de ação.
  • Suas cores prediletas são rosa e preto.

 

Se quiser saber mais, no nosso youtube tem um vídeo especial sobre o grupo, inclusive com mensagem especial para os fãs brasileiros. E acompanhe também as redes sociais delas, tem facebook, twitter, instagram, youtube, vlive e daum café.

Em breve vamos lançar uma entrevista muito fofa com as garotas. Aguarde!

 

Por Paula Bastos Araripe
Fontes: K-popped, Kpop Map, Kprofiles, Kpop Wikia, Amino Apps, Wikipedia, XX Entertainment Youtube
Não retirar sem os devidos créditos.