Culinária Saúde

Conheça os benefícios da alimentação coreana para a saúde

A culinária coreana é sempre lembrada por suas cores vivas e seu sabor robusto e muitas vezes picante. Arroz, massas, verduras e carnes são só alguns dos ingredientes inseridos nos pratos tradicionais do país. Porém, além de seus sabores marcantes, a culinária coreana também faz muito bem pra saúde por diferentes motivos. E todos os elementos têm seus benefícios, desde as bases de vegetais até os temperos ardentes. Descubra quais são eles.



Começamos pelas proteínas. Muitas vezes os coreanos enxergam a carne vermelha como um acompanhamento e não como o ingrediente principal de um prato. Mesmo sendo grandes amantes de churrasco, o churrasco coreano consiste em fatias finas de carne, o que diminui o consumo e consequentemente o teor de gordura ingerido.


Leia mais: Entenda a tradição do churrasco coreano e suas características


Partindo para os acompanhamentos, quase todos os pratos coreanos são acompanhados de verduras variadas: o banchan (반찬). As opções são as mais diversas: Kimchi, broto de feijão, espinafre, couve, pepinos, pimentões, entre outros. Isso deixa a refeição rica em diferentes proteínas e vitaminas que diminuem o risco de desenvolver problemas cardiovasculares ou cardíacos.

Variações de banchan
Fonte: Norikko/Shutterstock – Reprodução

Outra coisa recorrente na culinária coreana que ajuda em doenças cardiovasculares são os frutos do mar. Como a península coreana é rodeada por água, é quase um costume desfrutar dos variados frutos do mar. Os peixes e outros animais marinhos são ricos em vitaminas, além de serem benéficos para a memória.

Agora um item que pode ser mal visto em muitas culinárias diferentes, mas faz muito bem pra saúde é a pimenta. Por ser um alimento termogênico, a pimenta acelera o metabolismo, o que ajuda a emagrecer além de ajudar a limpar as células do corpo humano, evitando que gordura se acumule. A culinária coreana desfruta bastante de pimenta em seus pratos e as mais comuns são a Gochujang (고추장), uma pasta de pimenta vermelha e a Gochugaru (고춧가루), a versão em pó da pimenta vermelha.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é gochucaru.jpg
Gochucaru, pimenta coreana em pó.
Fonte: Chili Pepper Madness. Mike Hultquist/Reprodução


Por último, vamos àquele que deve ser o prato mais lembrado quando se fala em culinária coreana: o kimchi. O prato típico fermentado feito com acelga e gochucaru tem diversos benefícios e um dos principais é sua fermentação natural que propõe uma melhora na digestão pelos seus probióticos, bactérias saudáveis que decompõe a lactose e ajuda o trabalho do sistema digestivo. Até um estudo foi elaborado para avaliar o kimchi como um alimento que alivia os sintomas da COVID-19.

O artigo foi feito pelo World Institute of Kimchi em conjunto de Jean Bousquet, professor honorário de Medicina Pulmonar da Universidade de Montpellier, na França. Segundo ele, os bioativos do kimchi podem levar uma pessoa infectada com COVID-19 a ter um caso mais ameno. O estudo foi divulgado na edição de dezembro de 2020 da revista Clinical and Translational Allergy, publicado pela BioMed Central (BMC).


Leia mais: Saiba porque o kimchi é tão popular na Coreia do Sul


E você, já se rendeu aos benefícios da culinária sul-coreana? Se quiser conhecer mais sobre os pratos tradicionais do país, acompanhe os artigos da nossa sessão de culinária clicando aqui.


Fonte: (1), (2), (3), (4), (5), (6)
Imagens: Chili Pepper Madness (Mike Hultquist), Hand Luggage Only (Yaya & Lloyd) – Reprodução
Não retirar sem os devidos créditos.

Gabriela Oliveira

Jornalista de 22 anos com um pé na hallyu e o outro na escuridão. Complicada, perfeitinha (sqn), sagitariana e com um grupo favorito diferente a cada dia que passa.

Você também pode gostar...