Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Esporte

Patinação de velocidade garante 3 pratas para a Coreia do Sul em Beijing 2022

A patinação de velocidade continua levando medalhas para a Coreia do Sul nos Jogos Olímpicos de Inverno de Beijing. O país terminou o fim de semana com mais 3 medalhas em seu quadro, todas conquistadas pelos patinadores.

Choi Min-jeong na final da prova dos 1000 metros na última sexta (11).
Créditos: Yonhap

A primeira delas veio na sexta (11). Choi Min-jeong, a “Rainha Coreana da Pista Curta” levou a prata na pista de 1000 metros. Ela terminou a prova milésimos de segundos atrás da campeã, a holandesa Suzanne Schulting. A conquista vem após uma série de altos e baixos que Choi enfrentou, incluindo lesões no joelho e tornozelo durante a Copa do Mundo de Patinação de Velocidade ocorrida em outubro. Em entrevista após a conquisra, ela disse: “Tive que me agarrar às minhas forças durante as situações críticas. Confiei nas minhas habilidades. Não estava pensando no qual difícil [a final] seria“.

Cha Min-kyu após levar a prata na pista de 500 metros no sábado (11).
Créditos: Yonhap

Já no sábado (12), foi a vez de Cha Min-kyu garantir a prata na pista de 500 metros. Ele já havia ganhado a prata na mesma prova em PyeongChang em 2018 e bateu o recorde olímpico da pista. Cha chegou atrás do chinês Gao Tingyu, que levou o ouro e também quebrou o recorde olímpico. O pódio foi completado pelo japonês Wataru Morishige.

Por último, o time feminino da patinação de velocidade levou a terceira prata do país no domingo (13). A equipe formada por Choi Min-jeong, Lee Yu-bin, Kim A-lang e Seo Whi-min perdeu o ouro para o time da Holanda, que segue dominando a patinação e já levou seis medalhas de ouro.

Choi, Lee e Kim estavam no time que levou o ouro em PyeongChang em 2018 e voltaram para tentar repetir o feito em Beijing. Já Seo Whi-min é uma estreante que, aos 19 anos, conseguiu ficar lado a lado com as campeãs e chegar ao pódio em seus primeiros Jogos Olímpicos.

Choi Min-jeong, Kim A-lang, Lee Yu-bin e Seo Whi-min após a conquista da prata.
Créditos: Yonhap

A quarta vaga do time coreano de 2018 pertencia à Shim Suk-hee, que foi banida dos treinamentos e das competições pelo país após uma série de mensagens trocadas por ela e um ex-técnico causarem uma série de polêmicas no país.

A Coreia agora registra cinco medalhas em seu quadro. Além das pratas, tivemos também o ouro de Hwang Dae-heon e o bronze de Kim Min-seok.

Fonte: (1), (2), (3)
Imagens: Yonhap
Não retirar sem os devidos créditos.


Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

Curiosidades do BL coreano Cherry Blossoms After Winter Idols de K-Pop que possuem tatuagens 7 K-Dramas com Ahn Hyo Seop Motivos para assistir o K-Drama Twenty-Five Twenty-One Curiosidades sobre o K-drama BL Semantic Error