Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

permission to dance_bts
Sociedade

Pesquisa mostra opinião pública sobre serviço alternativo para membros do BTS


Em 14 de abril, o Realmeter fez uma pesquisa para saber a opinião do público sobre a possibilidade de um “serviço alternativo” para os membros do BTS. Os resultados foram revelados nesta terça (19).

A empresa, que é especializada em pesquisa e marketing, contatou quase 8000 pessoas acima de 18 anos para esta análise, mas apenas cerca de 500 aceitou responder o questionário, fazendo com que a taxa de resposta fosse de apenas 6,3%.

Os números finais foram:

  • 65,5% concordam que os membros devem servir de forma alternativa;
  • 30.2% discordam;
  • 4.3% não souberam opinar.

A margem de erro é de 4.4 pontos percentuais para mais ou para menos. A taxa de confiabilidade da pesquisa é de 95%.

Os dados também mostraram que o apoio à ideia do serviço alternativo é alto entre todas as idades dos entrevistados, especialmente entre aqueles na faixa dos 20 e 50 anos, que mostraram aprovação de 70%.

Além disso, a pesquisa também revelou que:

  • 74.9% dos entrevistados disseram que o grupo contribuirá bastante para a promoção e desenvolvimento cultural;
  • 20.9% disseram que o grupo não contribuirá para a promoção e desenvolvimento cultural;
  • 4.2% não souberam ou não opinaram.

Sob a atual lei coreana, todos os cidadãos do sexo masculino fisicamente aptos devem cumprir pouco menos de dois anos de obrigações militares. Podem ser dispensados atletas com prêmios em competições internacionais e músicos clássicos que forem recomendados pelo Ministério da Cultura.

Leia também:
Conheça 9 curiosidades sobre o serviço militar coreano
Quais motivos podem levar cidadãos coreanos a serem dispensados do alistamento militar

Em dezembro de 2020, a apelidada “Lei BTS” permitiu que os sete membros do grupo adiassem seus alistamentos até completarem 30 anos. Com isso, Jin – que completará 30 anos em 2022 – terá que se alistar até dezembro.

Porém, no ano passado, uma lei propondo dispensas militares para uma maior variedade de artistas foi proposta pelos legisladores sul-coreanos. O texto está parado na Assembleia Nacional.

Este mês, Lee Jin Hyung – diretor de comunicações da HYBE – pediu uma posição da Assembleia Nacional sobre o assunto. Segundo ele, o impasse da decisão está dificultando os planejamentos da empresa.

As estatísticas completas podem ser conferidas no site da Realmeter.

Fonte: (1)
Imagem: Big Hit Music
Não retirar sem os devidos créditos.

img

    Inscreva-se no Telegram da KoreaIN e saiba tudo sobre a Coreia do Sul e o K-POP.

Tags relacionadas:

  • Greyce Oliveira

    Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

    Curiosidades do BL coreano Cherry Blossoms After Winter Idols de K-Pop que possuem tatuagens 7 K-Dramas com Ahn Hyo Seop Motivos para assistir o K-Drama Twenty-Five Twenty-One Curiosidades sobre o K-drama BL Semantic Error