Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

K-pop Música

Trajetória: Relembrando os 10 anos de sucesso do EXO


Não tem quem entre no mundo do K-pop e não saiba quem é o EXO. Com uma carreira longa, mas sempre muito amada pelo público, o grupo se tornou um dos maiores artistas da Ásia logo no começo de sua trajetória, expandindo sua fama para o mundo todo com o passar dos anos. 


Mesmo com diversos altos e baixos em seus anos de carreira, o EXO demonstrou esforço, talento e humildade em todas as situações, ganhando cada vez mais a admiração da audiência. Assim, eles trilharam seu próprio caminho para o sucesso e para o coração dos EXO-Ls

Em 2022, o EXO completa a impressionante marca de 10 anos desde seu debut. Por isto, vamos comemorar relembrando a trajetória emocionante (e nada fácil) do grupo.


2011-2012: O caminho para o debut e as sub-units iniciais

Após diversas declarações de Lee Soo Man, na época CEO da SM Entertainment, afirmando planos de lançar um novo grupo masculino que trabalhasse em dois países ao mesmo tempo (Coreia do Sul e China) com uma divisão por subgrupos, o EXO foi anunciado como o novo artista da empresa em 2011. Os membros finais foram Xiumin, Suho, Lay, Baekhyun, Chen, Chanyeol, D.O., Kai, Sehun, Luhan, Kris e Tao.

Com uma grande narrativa que moldava a formação do grupo, o EXO precisou de mais de 20 teasers pré-debut contando um pouco sobre quem eles eram e sua história ficcional. Os integrantes foram descritos como moradores do EXO Planet, um planeta fora do Sistema Solar, onde cada um dos 12 garotos adquiriu um poder especial, como teletransporte, cura ou fogo.

Antes da estreia oficial do grupo, eles lançaram dois singles promocionais, What is Love e History. Ambos foram lançados em dois idiomas diferentes, revelando cada subgrupo oficial: EXO-K (Suho, Baekhyun, Chanyeol, D.O., Kai e Sehun) para as músicas em coreano, e EXO-M (Xiumin, Luhan, Kris, Lay, Chen e Tao) para as músicas em chinês. 

No dia 8 de abril de 2012, o EXO fez seu debut oficial com o single MAMA, parte de um EP de mesmo nome. A estreia ocorreu na China e na Coreia do Sul ao mesmo tempo, e cada subgrupo se apresentou pela primeira vez em um programa musical do país. 



O lançamento fez um sucesso gigantesco nos países propostos, com entradas em diversos charts famosos como o Gaon Music Charts, na Coreia do Sul, e o Sina Album Chart, na China. No mesmo ano, o EXO também ganhou o prêmio de Melhor Artista Novo na Mnet Asian Music Awards (MAMA). 


2013: O sucesso crescente

Em junho de 2013, o EXO fez um comeback com seu primeiro álbum de estúdio, o XOXO. Lançado na Coreia do Sul como a versão Kiss e na China como a versão Hug, cada álbum contava com faixas cantadas exclusivamente pelo grupo que promovia no país, em seu idioma proposto. Apenas Wolf, a música-título, foi feita em conjunto por todos os 12 integrantes em suas duas versões.

Apesar da separação de integrantes, o álbum foi promovido pelo grupo todo, com foco em shows musicais na Coreia do Sul. A faixa Wolf impressionou o público com sua performance forte, além da inédita união do grupo em sua divulgação, trazendo a primeira vitória do EXO em um programa musical sul-coreano, no Music Bank



Um mês depois, o grupo lançou a versão repackage do álbum, com o hit Growl. Sendo um dos maiores sucessos do EXO, a música alcançou diversas marcas e prêmios impressionantes, como o título de Música do Ano no Melon Music Awards, além de impulsionar as vendas do álbum XOXO que, combinando todas as versões, vendeu mais de 1 milhão de cópias em apenas alguns meses. Isto tornou o EXO o primeiro artista de K-pop a ultrapassar esse número em doze anos.

Após todo este sucesso, o EXO chegou a ganhar mais de 5 Daesang (grande prêmio) no ano, incluindo premiações como Golden Disc Awards e Mnet Asian Music Awards


2014-2015: Altos e baixos entre a saída de integrantes

Seguindo a onda de sucesso, o EXO lançou o EP Overdose em 2014, separando seus subgrupos novamente para as promoções. Porém, a nova era também trouxe anúncios repentinos de alguns integrantes, surpreendendo os fãs. 

Em maio de 2014, Kris Wu entrou com um processo judicial contra a SM Entertainment pedindo a finalização de seu contrato com a empresa. O motivo teria sido uma suposta violação de direitos humanos por parte da empresa e Kris alegava que não teve sua saúde ou suas opiniões respeitadas. Ele também revelou não ter acesso a nenhuma informação sobre os lucros do grupo. O caso ficou em processo por anos, com Kris fora do grupo. 

Neste período, o EXO também fez uma turnê de sucesso, intitulada The Lost Planet Tour. E em agosto foi anunciado o nome oficial do fandom: EXO-L. O nome foi escolhido por “L” ser a primeira letra de “Love” (amor em português), além de ser a letra que fica entre “K” e “M”, mostrando ser a ligação essencial entre as duas partes do EXO. O fandom também representa o slogan do grupo: WE ARE ONE (nós somos um), mostrando que EXO e EXO-L sempre estarão juntos.



Contudo, em outubro de 2014, Luhan também entrou com um processo judicial contra a SM Entertainment alegando que a empresa tratava seus artistas chineses de maneira discriminatória, quando comparado com os coreanos, além de constatar o desenvolvimento de problemas de saúde devido ao estresse. Assim, Luhan também deixou o grupo.

Em março de 2015, o EXO lançou o álbum EXODUS, com 10 integrantes. Com a música título Call Me Baby, o álbum quebrou diversos recordes, como a maior colocação de um artista coreano na Billboard 200, na 95° posição. O sucesso também trouxe nomeações, como o Daesang de Álbum do Ano em quatro das maiores premiações do país, provando a força do grupo mesmo após as polêmicas.



Tao ficou de fora da promoções do álbum por problemas de saúde após uma lesão no tornozelo. Porém, na mesma época, o pai do cantor postou uma carta on-line revelando que desejava que o filho deixasse o grupo por conta das inúmeras lesões decorrentes das agendas e treinos. A empresa respondeu alegando estar em conversas com o pai de Tao

Dias depois, o pai de Tao postou uma segunda carta revelando que o filho concordou com a saída do grupo, mesmo com seu imenso amor pelo EXO. Em agosto do mesmo ano, o cantor entrou com um processo oficial contra a empresa para terminar seu contrato.


2015-2016: Triple Million Seller, Lay na China e EXO-CBX

Em novembro de 2015, o EXO fez seu debut oficial no Japão com a versão em japonês do single Love Me Right. No mesmo ano, o grupo lançou seu tradicional EP anual de inverno, desta vez intitulado Sing For You, com parte dos lucros doados para a campanha Smile for You da UNICEF, que apoia causas envolvendo crianças. 

No início de 2016, a Forbes Korea elegeu o EXO como celebridade mais influente da Coreia do Sul, baseado em sua exposição e alcance de público. Meses depois, o grupo lançou seu terceiro álbum completo, EX’ACT, com Monster e Lucky One. Foram vendidas mais de 1 milhão de cópias do lançamento, consolidando o EXO como um Triple Million Seller.



Em junho foi anunciado que Lay não participaria dos próximos lançamentos do grupo devido a atividades já programadas na China, seu país natal. Contudo, desde então, Lay não conseguiu retornar à Coreia do Sul para participar ativamente das promoções de um comeback por diversos fatores, como sua agenda cheia como solista.  

Em outubro foi anunciada a primeira sub-unit do grupo: EXO-CBX! Composta por Chen, Baekhyun e Xiumin, o trio fez seu debut com o sucesso Hey Mama, e continuou com lançamentos anuais em coreano e japonês, como nas faixas Ka-CHING, Horololo e Blooming Day.


2017-2018: Novos lançamentos, fonte de Dubai e Jogos Olímpicos

Em junho de 2017, o EXO lançou o álbum The War, incluindo o hit Ko Ko Bop. Mesmo sem a participação de Lay, o lançamento foi um sucesso mundial, novamente mostrando o sucesso do grupo em si. Sua versão repackage, intitulada The War: The Power of Music, incluia a faixa Power, responsável por fazer o grupo alcançar a marca de 100 vitórias em programas musicais sul-coreanos.

Em janeiro de 2018, Power se tornou a primeira música de K-pop a ser tocada na Fonte de Dubai, conhecida como o maior sistema de fontes coreografadas do mundo, em Burj Khalifa. O evento especial acontecia duas vezes por semana, durando pouco mais de 2 meses. Em sua primeira performance, os membros do EXO estiveram presentes para a celebração.



Em fevereiro, Baekhyun foi selecionado para cantar o hino nacional sul-coreano na Cerimônia de Abertura da Assembleia Geral do Comitê Olímpico Internacional, para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, realizados em Pyeongchang (Coreia do Sul). No final da competição, o EXO e CL se apresentaram na cerimônia de encerramento dos jogos como representantes do K-pop.



Meses depois, em novembro, o EXO lançou Don’t Mess Up My Tempo, seu quinto álbum de estúdio. Este foi o primeiro comeback com a participação de Lay desde Lotto (repackage de EX’ACT), em 2016.


2019: Alistamentos, EXO-SC, SuperM e Obsession

Maio de 2019 foi o começo de uma jornada difícil para o fandom EXO-L: os alistamentos militares do grupo. O primeiro foi Xiumin, que se alistou em maio, seguido de D.O., que entrou em seu serviço obrigatório no mês de julho.

Durante a pausa temporária dos dois integrantes, a SM Entertainment aproveitou para estrear uma nova sub-unit: a EXO-SC! Composta por Sehun e Chanyeol, o dueto teve seu debut com o mini álbum What a Life, seguido de um comeback no ano seguinte com o álbum completo 1 Billion Views.



A empresa também utilizou a oportunidade para estrear o grupo SuperM, que conta com membros de diferentes grupos: Baekhyun e Kai (EXO), Taemin (SHINee), Taeyong e Mark (NCT 127) e Lucas e Ten (WayV).

Ainda no final de 2019, o EXO lançou seu sexto álbum completo (ironicamente, contendo apenas 6 integrantes), Obsession. O conceito inovador contou com uma batalha entre o conhecido EXO e o X-EXO, uma versão mais obscura do próprio grupo.


2020-2022: Casamento e filhos de Chen e Don’t Fight the Feeling

O ano de 2020 começou de uma maneira surpreendente (no bom sentido) para os fãs do grupo, com o anúncio de que o EXO-L iria se encher de titias e titios. No início de janeiro, Chen revelou que iria se casar com uma não-celebridade e ser pai

Mesmo com algumas controvérsias, a maior parte do fandom aceitou a notícia de maneira positiva e celebrou junto ao cantor pela nova fase de sua vida. E a melhor parte? Logo em 2021, um ano depois de seu casamento e do nascimento de sua filha, Chen revelou que sua esposa estava grávida de novo! A segunda criança nasceu em janeiro de 2022, com muita saúde. 

Mas, como nem tudo são flores, em maio de 2020 o fandom recebeu a notícia que Suho iria se alistar no exército, seguido do próprio Chen em outubro. Em 2021, Chanyeol se alistou em março e Baekhyun em maio.

Contudo, o clima de comemorações voltou em junho de 2021, quando o EXO fez uma surpresa para os fãs com o lançamento de Don’t Fight The Feeling, álbum comemorativo do aniversário de 9 anos do grupo. Este álbum marcou a volta de Xiumin e D.O. do exército, além de ter a participação de Lay.



Porém, na véspera da comemoração do aniversário de 10 anos, Lay surpreendeu os fãs ao anunciar que deixaria a SM Entertainment. A notícia foi dada pelo próprio cantor em uma carta postada através de suas redes sociais que não deixa claro o bastante se ele continuará no EXO. Pouco depois, a SM revelou que está negociando um novo tipo de contrato com o artista para que ele possa permanecer na empresa.


Atividades solos dos membros

Mesmo com a agenda do EXO cheia, os integrantes também encontraram um tempinho para desenvolverem suas carreiras solos.

Xiumin ainda não fez seu debut solo como cantor (estamos aguardando ansiosamente), mas já trabalhou como ator em peças teatrais como School OZ e Hadestown

Suho tem atividades como ator, com um repertório que conta com produções como One Way Trip (longa-metragem), Rich Man (série de TV) e The Man Who Laughs (peça de teatro). Ele também fez seu debut como solista em 2020, com o EP Self-Portrait, e teve seu primeiro comeback em 2022, com o mini-álbum Grey Suit.

Lay se tornou uma das celebridades mais famosas e amadas da China através da brilhante construção de sua carreira no país. Ele lançou álbuns como Lay 02 Sheep, Namanana e Lit, além de atuar em produções como The Island (longa-metragem) e The Golden Eyes (série de TV). Pelo prestígio e reconhecimento de seu imenso talento, ele também foi chamado para ser jurado e mentor de diversos programas de competição, como Idol Producer e Street Dance of China

Baekhyun é conhecido como um dos maiores solistas atuais da Coreia do Sul. Ele teve seu debut solo em 2019 com o álbum City Lights, acompanhado do lançamento de Delight e Bambi nos anos seguintes. Ele também já atuou no drama Moon Lovers: Scarlet Heart Ryeo

Chen fez seu debut como solista em 2019 com o emocionante álbum April and a Flower. No mesmo ano, ele lançou seu segundo álbum, Dear My Dear.

Chanyeol também tem atividades como ator, acumulando grandes filmes como So I Married an Anti-fan e The Box, além de desenvolver outros projetos com o Studio.NNG, fundado por ele e pelo diretor de entretenimento MQ.

D.O. tem uma extensa carreira de ator que conta com produções renomadas como Swing Kids (longa-metragem) e 100 Days My Prince (série de TV). Ele também fez seu debut como solista em 2021 com Empathy.

Kai também já teve trabalhos de atuação, como o drama Andante, além de fazer seu debut solo em 2020. Ele vem acumulando diversos hits em seu repertório, como Mmmh e Peaches

Sehun, maknae do grupo, tem seus trabalhos solos focados em atuação, como seu papel no filme The Pirates: The Last Royal Treasure, sua participação no webshow Busted! e atuação na série de TV Now We are Breaking Up.


Aniversário de 10 anos e futuro do grupo

Para comemorar seu aniversário de 10 anos, o EXO preparou um fanmeeting especial que será realizado no Jamsil Gymnasium, na Coreia do Sul. Porém, os fãs que não puderem comparecer presencialmente também podem participar da festa de maneira on-line.

O fanmeeting também será transmitido pela plataforma Beyond Live no dia 9 de abril, às 7 da manhã (BRT).

Ainda não há notícias oficiais sobre um comeback futuro, mas torcemos para um lançamento do grupo em breve. E que venham mais 10 anos de sucesso para o EXO!

Fonte: (1), (2), (3), (4), (5), (6), (7), (8), (9), (10), (11), (12), (13), (14), (15), (16)
Imagens: SM Entertainment
Não retirar sem os devidos créditos.

img

    Inscreva-se no Telegram da KoreaIN e saiba tudo sobre a Coreia do Sul e o K-POP.

Tags relacionadas:

  • Thainá Doble

    Estudante de Rádio e TV, apaixonada por mundo pop, música, entretenimento, culturas novas (e Monsta X).

    Curiosidades do BL coreano Cherry Blossoms After Winter Idols de K-Pop que possuem tatuagens 7 K-Dramas com Ahn Hyo Seop Motivos para assistir o K-Drama Twenty-Five Twenty-One Curiosidades sobre o K-drama BL Semantic Error