K-pop

Trajetória: a história do Brown Eyed Girls em 15 anos de carreira no k-pop

Em 2021 o Brown Eyed Girls completa 15 anos desde o seu debut em 2006. Tal feito consagra o B.E.G como o grupo feminino há mais tempo em atividade na história do k-pop, marca alcançada sem nenhuma mudança na formação ou perda de integrantes. Durante estes 15 anos o grupo se consolidou com uma carreira bem sucedida, além de conquistar o respeito do público e de fãs dentro e fora da Coreia. Em comemoração aos 15 anos do grupo, veja um resumo da trajetória do grupo e o que possibilitou que B.E.G fosse visto como um grupo único na história do k-pop.



Formação do grupo, debut e primeiros sucessos

Capa do segundo álbum do Brown Eyed Girls, “Leave Ms. Kim”

Apesar de ter debutado oficialmente em 2006, o Brown Eyed Girls já estava em atividade como grupo um pouco antes e já se apresentava ao vivo nas noites de Seul sob o nome Crescendo. JeA, a líder do grupo, foi uma das principais influências na formação e no recrutamento das integrantes.

Durante as audições para a formação do Brown Eyed Girls, JeA convidou Miryo, que já se consolidava no cenário underground de hip hop e contava com algumas parcerias musicais de destaque, para ser a rapper do grupo e Narsha, que já era uma cantora de talento desde o período escolar. Por fim, Gain foi recrutada após ser eliminada no reality show Battle Shinwa. Após ter falhado em sua audição para o reality e ter ficado aos prantos no banheiro, Gain teria sido abordada por um compositor que a convidou para fazer uma audição para um novo grupo em uma empresa.

A empresa em questão era a Nega Network e o grupo era o Brown Eyed Girls. Seu bom desempenho no reality a fez ser escolhida por JeA, Miryo e Narsha e aprovada para entrar na formação. O B.E.G ainda teria uma quinta integrante, a cantora Yo Ari, que acabou sendo cortada do grupo no último momento por não se encaixar no conceito que seria adotado.

O grupo debutou no dia 2 de março de 2006 com o álbum Your Story e a canção Come Closer (다가와서), com visual e conceitos que se inspiravam em grupos como o das britânicas Sugababes. Dois anos após seu debut oficial, em 2008, o Brown Eyed Girls começava a colher seus primeiros sucessos comerciais com as músicas L.O.V.E e How Come, que garantiram boas posições nos charts coreanos e deram grande visibilidade ao grupo dentro do país.



Abracadabra e a consolidação no K-pop

Apesar de já possuírem uma carreira de relativo sucesso, foi em 2009 que o Brown Eyed Girls consolidou de vez o seu nome no mercado e na história do k-pop. O lançamento do seu terceiro álbum, Sound-G, trouxe o maior sucesso comercial do grupo: o smash hit Abracadabra, que se tornou um sucesso instantâneo na Coreia e conquistou o primeiro lugar nas paradas musicais coreanas.

O sucesso de Abracadabra também colocou o grupo no radar das grandes premiações coreanas e rendendo prêmios como de “Melhor Grupo Feminino”, “Melhor Música de House e Eletrônica” e “Melhor Álbum de Dance e Eletrônica”. A canção trouxe notoriedade para o B.E.G tanto diante do público quanto da crítica especializada, já que Abracadabra também marcava uma sonoridade diferente ainda não explorada pelo grupo.


Versão de performance do clipe de “Abracadabra”, coreografia que virou febre na Coreia.

Outra parte de destaque no lançamento de Abracadabra foi sua coreografia, intitulada como “A Dança Arrogante”, que consistia em mexer os quadris com os braços cruzados, movimento que se tornou uma febre na Coreia. Anos depois, em 2013, este passo ganhou projeção mundial após o cantor PSY usá-lo no hit Gentleman, que contava com a participação da própria Gain no clipe.

O Brown Eyed Girls coleciona outros hits, como Sixth Sense, Kill Bill e Brave New World, todas com estilos diferentes e que consolidam a imagem do grupo que consegue trabalhar qualquer conceito. As integrantes também embarcaram em uma série de participações solos em diversos projetos.


Versão de dança do clipe da música “Kill Bill”


Solidificação de carreiras solo

O sucesso do B.E.G também permitiu que cada uma das integrantes conquistasse uma carreira solo nas áreas desejadas. No caso de Narsha, isso significou o lançamento do seu único mini álbum homônimo em 2010 e a construção de uma carreira em programas de entretenimento na TV coreana ao longo dos anos. Ela também é presença constante na TV e já participou de programas como Invincible Youth, Star Golden Bell, Heroes e Saturday Night Live Korea.

JeA também consolidou uma carreira como cantora solo e é uma das integrantes mais ativas quando o grupo está em hiatus. Atualmente, ela conta com uma série de lançamentos solo, sendo o mais recente a música Greedyy, de 2020, que conta com a participação da rapper Moonbyul (MAMAMOO).




Miryo seguiu uma carreira solo recheada de lançamentos e também se dedicou a uma série de projetos relacionados a outros interesses, como o seu canal na plataforma de stream de jogos Twitch TV e seu canal no YouTube, onde fala de assuntos variados com os fãs e também joga os seus jogos favoritos. Além disso, ela também é uma habilidosa compositora e assina mais de 90 músicas.

Gain esteve afastada de atividades na indústria por um longo tempo para cuidar de sua saúde mental, mas ela está lentamente retomando suas atividades solo e dentre os seus lançamentos de destaque mais recentes estão as músicas Carnival (The Last Day) e Pray, sendo esta última uma parceria com Jeff Bernat.




Legado e futuro

O B.E.G se tornou um dos grupos mais notáveis do k-pop. Com um estilo único e trabalhos incomparáveis, o grupo conquistou o coração de fãs na Coreia e ao redor do mundo. Por enquanto não há notícias de seu comeback, mas integrantes sempre surpreendem e dão notícias aos fãs a respeito do estado do grupo, que não parece disposto a encerrar suas atividades tão cedo.

O seu último lançamento foi em 2019 com o álbum de covers Revive, que contou com clipes para as músicas Abandoned e Wonder Woman, sendo esta última uma parceria com a casa de shows Neon Milk, cujo clipe contou com a participação várias drag queens famosas nas noites de Seul, como Nana, Bambi e Vita Mikju.


Clipe da música “Wonder Woman”, com a participação de drag queens da Neon Milk

O que o futuro reserva para o girlgroup mais longevo da música pop coreana? Bom, o que podemos garantir é que não importa de que forma elas retornem, sempre haverá espaço para surpresa e inovação com um dos grupos mais talentosos e versáteis da história do k-pop!

Fontes: (1), (2), (3).
Imagens: Divulgação
Não retirar sem os devidos créditos.

Jô Mesquita

Relações Públicas de formação, apaixonado por games e cultura pop. Se apaixonou pelo K-pop há mais tempo do que consegue se lembrar e hoje é colaborador da KoreaIN, tentando incluir e informar cada vez mais gente no universo do entretenimento sul coreano.

Você também pode gostar...