loader image

Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Justiça

Naeun e Jinsol (APRIL) divulgam declarações sobre acusações de Hyunjoo

Naeun e Jinsol, ambas integrantes do APRIL, divulgaram suas declarações pessoais sobre as acusações feitas pela ex-companheira de grupo, Hyunjoo. Ambas usaram as redes sociais para comentar o caso e disseram que os boatos são infundados.



Através do seu fancafé, Naeun comentou que não havia se manifestado sobre o caso antes porque confiou na sua agência e esperou sua declaração oficial em nome do APRIL. Ela também disse achar inapropriado responder pelo grupo todo. Apesar disso, a cantora afirma que seu papel para com os fãs é evitar que mais especulações surjam futuramente.

Naeun negou todas as acusações dizendo que, mesmo não querendo mencionar tudo o que tinha feito, nada ocorreu da forma como foi descrito. Ela confessa que teve dificuldades para se adaptar à rotina de trainee aos 17 anos, mas que sempre tentou se mostrar como uma pessoa honesta. Ao se perguntar repetidamente se tinha alguma deficiência, a resposta a fez pensar que deveria se tornar mais confiante. Ela termina a declaração dizendo que mostrará uma imagem mais madura e que terá mais amor próprio.

Jinsol postou a sua declaração em seu perfil pessoal no Instagram junto com uma carta escrita a mão por Hyunjoo em 2016 que lhe foi entregue no dia do seu aniversário. Ela começa pedindo desculpas por causar preocupação aos fãs e que permaneceu em silêncio porque não sabia exatamente o que dizer.

Por ter se juntado ao grupo pouco antes de Hyunjoo anunciar sua saída, Jinsol conta que não teve muitas oportunidades de conversar em particular com ela. Devido a rotina pesada de ensaios, as integrantes apenas se deslocavam entre a sala de treino e os dormitórios, o que fez com que elas se conhecessem melhor e formassem um time. Porém, Hyunjoo dificilmente aparecia nos ensaios e não estava mais no dormitório, por isso, as únicas oportunidades em que se encontravam eram durante os compromissos do grupo.

A declaração finaliza com Jinsol afirmando que, durante o curto período em que conviveu com Hyunjoo até hoje em dia, nunca teve ou expressou pensamentos ou sentimentos maliciosos contra a ex-colega de grupo. Ela ainda agradece aos fãs que confiaram e aguardaram por ela apesar da demora em se manifestar.

Além de Naeun e Jinsol, Chaewon e Yena já haviam se pronunciado sobre o caso em abril. As primeiras denúncias surgiram nas redes sociais em 28 de fevereiro, postadas por um internauta que dizia ser o irmão mais novo de Hyunjoo. A DSP Media falou pela primeira vez sobre o caso logo em 1º de março. A declaração negou as acusações e defendeu todas as integrantes do APRIL, incluindo Somin, que deixou o grupo e agora faz parte do KARD.

Após diversas tentativas de acordo, a DSP Media declarou que processaria Hyunjoo e as pessoas que postaram as acusações nos fóruns on-line – uma delas sendo o suposto irmão e a outra uma ex-colega de escola de Hyunjoo. O processo contra a ex-colega foi negado pela polícia porque, de acordo com uma declaração da própria DSP, as informações da acusada foram obtidas através dos artigos publicados na época em que o caso estava sendo noticiado e reproduzidas sem que a mesma soubesse que eram falsas. Portanto, a polícia não tinha como concluir se as acusações eram verdadeiras ou não.

Em 17 de abril, Hyunjoo postou uma carta em seu Instagram revelando detalhes sobre o bullying.

Fontes: (1), (2), (3)
Imagem: reprodução
Não retirar sem os devidos créditos.

Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

O que é um center no K-POP? 5 K-Dramas dublados na Netflix Coreógrafos mais populares do K-POP Grupos de K-POP que continuam juntos mesmo em agências diferentes Atores de K-Dramas que começaram nos palcos de musicais