loader image

Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Justiça

Polícia chinesa encontra indícios de fraude e chantagem no caso envolvendo Kris Wu

[AVISO DE GATILHO] O texto a seguir contém termos que podem servir de gatilho. Recomendamos cautela ao prosseguir a leitura.

A polícia chinesa divulgou ontem (22) as primeiras descobertas da investigação em andamento do caso de envolvendo Kris Wu. A estudante Du Meizhu acusou o rapper de tê-la estuprado e afirmou que outras vítimas, incluindo menores de idade, entraram em contato com ela alegando terem sofrido o mesmo. Wu usou as redes sociais para negar todas as acusações e comunicou que já havia denunciado o caso para a polícia.

Leia mais: Kris Wu é acusado de estupro por mais de 30 jovens e se pronuncia



O relatório da polícia detalhou os eventos e confirmou que alguns detalhes da história de Du se mantêm. Porém, foi revelado que um homem tentou chantagear Du para obter dinheiro. O indivíduo foi identificado como Liu Tiao e foi preso dia 18 de julho. Confira os detalhes do relatório.


Detalhes dos eventos

Dezembro de 2020

Em 5 de dezembro, Du foi convidada por Feng (mulher, 28 anos, atual empresária de Kris) para ir até a casa de Kris para uma suposta audição que escolheria a protagonista de um vídeo do rapper. Haviam cerca de 10 pessoas no local e, durante todo o encontro, todos estavam jogando jogos de tabuleiro e bebendo. Por volta das 7 da manhã do dia seguinte, os outros participantes já haviam deixado o local, mas Du resolveu passar a noite lá e teve relações sexuais com Kris. De acordo com o seu perfil no Weibo, Du nasceu em 18 de novembro de 2002, o que significa que ela já era maior de idade na data do ocorrido.

Du deixou a casa à tarde após fazer uma refeição. Ela e Kris se adicionaram no WeChat e continuaram mantendo contato pela rede. Dia 8 de dezembro, o rapper fez uma transferência de 30 mil yuan (cerca de R$ 24 mil) para Du fazer compras on-line. Os dois continuaram conversando até por volta de abril de 2021.

Abril de 2021

Em abril, Kris parou de responder às mensagens de Du, fazendo com que ela se sentisse como se estivesse sendo deixada de lado. Após a postagem das denúncias em junho, Kris deletou o contato de Du de seu WeChat.

Junho – julho de 2021

Em junho, Du Meizhu e sua amiga Liu (de 19 anos) começaram a discutir o plano de postar informações on-line sobre o relacionamento de Du com Kris para aumentar sua popularidade. No dia 2 de junho, Liu usou sua conta no Weibo para publicar uma postagem contando como Kris “abusou psicologicamente” de sua amiga.

No dia seguinte, Kris postou: “Nenhum floco de neve é inocente, Hu (Floppado) Fan mais uma vez entreteve todo mundo o dia inteiro. Espero que vocês consigam o que querem“. No mesmo dia, Du postou: “Então que assim seja. Que ambos fiquem bem“.

Entre 8 e 11 de julho, Du Meizhu fez 3 postagens. Entre elas, contou que Kris teve relações com outras mulheres enquanto estava com ela e que estava pronta para fazer uma denúncia à polícia. Além disso, alegou ter provas que ainda não haviam sido reveladas.

No dia 13 de julho, o escritor Xu (homem de 31 anos) entrou em contato com Du para tentar ganhar dinheiro. Os dois elaboraram um plano juntos e Xu escreveu mais de 11 textos que Du postaria diariamente em seu Weibo a partir de 16 de julho.

A repercussão dos textos escritos por Xu fez com que Du acumulasse muitos seguidores nas redes sociais. Com isso, ela convidou Xu para ir até Pequim para continuar assessorando-a. No futuro, quando Du virasse uma celebridade na internet, Xu poderia até mesmo virar seu empresário.



A fraude

O envolvimento de Liu Tiao no caso também começou em junho. Ao ver a repercussão do caso na internet, Liu, então, teve a ideia de se passar como uma pessoa relevante para tirar vantagem tanto de Kris quanto de Du Meizhu. Para tal, ele fez um perfil feminino falso e conversou com Du dizendo que foi traída por Kris antes e que desejava se unir à ela para proteger seus direitos. Ele também fez um perfil falso no WeChat para obter mais informações sobre o relacionamento dos dois.

Em 10 de julho, Liu aproveitou as informações que tinha coletado e enviou um e-mail para o estúdio de Kris se passando por Du Meizhu e ameaçando expor o rapper. Após entrar em contato com o advogado de Kris, Liu pediu 8 milhões de yuan (mais de 6 milhões de reais) para resolver a história entre ambas as partes. No final, o valor foi acordado em 3 milhões de yuan (mais de 2 milhões de reais). Em seguida, Liu enviou a conta dele e a de Du para que o advogado transferisse 3 milhões de yuan para cada uma.

Em 11 de julho, a mãe de Kris transferiu dois pagamentos totalizando 500 mil yuan (cerca de 400 mil reais) para a conta de Du Meizhu. Ao ver o valor em sua conta, Du achou que Kris estava tentando pagar pelo seu silêncio. Ao saber que Du já havia recebido uma parte do valor, Liu mais uma vez se passou como Du e entrou em contato com o advogado para pedir pelos 2,5 milhões restantes, mas não recebeu nada.

Em 17 de julho, Du acusou Kris de fazê-la assinar uma carta admitindo sua culpa. A tal carta era o documento que ela deveria assinar para chegar a um acordo com o rapper. Na realidade, Kris e Du não tiveram mais contato direto um com o outro desde que o caso começou. Quem fez a ponte foi Liu que, dessa vez, se passou pelo advogado de Kris e entrou em contato com Du através de uma conta de WeChat falsa em nome do estúdio de Kris. Liu negociou o pagamento de 3 milhões de yuan ou a devolução dos 500 mil que Du recebeu anteriormente.

Du Meizhu concordou em devolver os 500 mil. Ainda se passando pelo advogado de Kris, Liu fez uma conta falsa no Alipay – aplicativo de pagamentos chinês – com o nome de “sete” e repassou para Du. Devido ao limite de valores que podem ser transferidos, Du fez várias transações de até 180 mil yuan (pouco menos de 145 mil reais) para a conta. Neste ponto, o verdadeiro advogado de Kris acreditava que Du tivesse recebido 500 mil yuan e Du pensava que o valor tivesse sido transferido para sua conta sem motivo algum. De acordo com a falsa promessa de Liu, se ela devolvesse o valor, não precisaria assinar o documento de acordo.

Quando Du – que ainda chegou a postar nas redes sociais os registros das transferências – voltou a acusar Kris, sua equipe e o estúdio do rapper de coagi-la a parar com as acusações, o estúdio respondeu acusando Du de falsificar as contas da empresa e fabricar registros de conversas. Tudo isso, porém, foi feito por Liu.

Em 14 de julho, a mãe de Kris denunciou Du Meizhu por chantagem e extorsão. A polícia aceitou a denúncia e começou a investigar o caso. Liu Tiao foi identificado como o autor da fraude e preso no dia seguinte na cidade de Nantong. Ele confessou o crime e aguarda a conclusão do caso.

Além das descobertas da investigação, a polícia informou que nem Du Meizhu nem outra parte envolvida nas acusações de que Kris drogava e estuprava mulheres chegou a fazer uma denúncia formal à polícia. Por outro lado, devido às diversas acusações on-line que surgiram sobre isso, as autoridades estão investigando se Kris atrai mulheres jovens para dormir com ele. Caso seja confirmado, o rapper será punido de acordo com a lei.



A resposta de Du Meizhu

Após a divulgação do relatório policial, Du Meizhu usou suas redes sociais para responder. Ela diz esperar que o caso acabe logo porque está cansada. Sua declaração lê-se:

Feng Meng (empresária de Kris) usou discussões de trabalho e contratos com novos artistas como desculpas para se encontrar comigo e até mesmo disse que só conversaríamos (Assim que terminei minhas provas para entrar na faculdade em julho de 2020, eles já haviam me convidado algumas vezes e até me convidaram para jogar Lobisomem con Wu, mas recusei).

Como ela é mulher, não tomei nenhuma precaução. Quando entrei no carro que ela chamou para mim, só descobri depois de chegar que estava indo para uma festa na casa de Wu; não foi apenas nós dois falando sobre trabalho. Falei que minha tolerância para álcool era baixa. As pessoas no bar continuaram me dando bebidas para me embebedar. Até vomitei no processo. Posteriormente, bebi até ficar desacordada. Feng Meng me levou ao quarto de Kris…

Eu não queria ir! Não tinha intenção de ficar!

Após termos relações sexuais, no dia seguinte ele disse que se responsabilizaria por mim. Então confiei que ele queria namorar comigo e até fiquei em sua casa para comer.

Ele pagou pelas minhas compras, disse que era meu presente de aniversário de 18 anos. Depois mantivemos contato por alguns meses, mas ele desapareceu. Então foi exposto que ele estava namorando outra pessoa. Na mesma época, minha amiga me contatou e disse que Wu estava sondando-a.

Não cometi fraude. Não recebi dinheiro. Eles me transferiram dinheiro sem minha aprovação. Devolverei tudo para a polícia.

Muitas meninas que foram enganadas me encontraram. Tentei ao máximo me defender. Vocês podem dizer que estou fazendo isso pelo hype, para ser famosa, digam o que quiserem. Não me importo. Talvez este não seja um fim que deixará todos satisfeitos, mas realmente fiz o meu melhor. Espero que meninas jovens sem muita experiência de mundo não tenham mais seus corpos e sentimentos traídos.

Abaixo do texto, Du comentou: “Talvez eu seja muito dramática. Meu coração não aguenta isso, por isso fiquei depressiva após ser abandonada. Depois de sofrer bullying on-line, fiquei com depressão. É tudo culpa minha. Podem gritar“.

Continuaremos acompanhando o caso para mais atualizações.

Fonte: (1)
Imagem: Reprodução
Não retirar sem os devidos créditos.

Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

Saúde Mental: 6 Idols de K-POP que já falaram sobre o assunto O que é um center no K-POP? 5 K-Dramas dublados na Netflix Coreógrafos mais populares do K-POP Grupos de K-POP que continuam juntos mesmo em agências diferentes