Cotidiano

[DOSSIÊ] Os ídolos de k-pop que foram acusados de bullying

O mês fevereiro de 2021 foi marcado por uma série de denúncias acusando famosos de bullying. Após o caso envolvendo as jogadoras de vôlei Lee Jaeyeong e Lee Dayeong, diversas pessoas reuniram coragem para denunciar outros famosos que cometeram atos de bullying e violência durante sua vida escolar. Na segunda quinzena do mês, o foco foi principalmente atores e ídolos de k-pop. Apesar de algumas das denúncias terem se mostrado falsas, agências e famosos se mobilizaram para esclarecer os casos. Confira a lista dos cantores que foram envolvidos nesses escândalos.


[LEIA MAIS]

[DOSSIÊ] Atores de k-drama acusados de bullying + declaração de agências

Bullying no esporte: conduta antidesportiva muito além das quadras

O Bullying na Coreia do Sul: um problema de proporção nacional



Woonggi (TOO)

O primeiro famoso a ser acusado de bullying foi Woonggi (do grupo TOO). O relato contra ele foi postado em uma comunidade online no dia 16 de fevereiro e nela a denunciante (referida como A) diz que revelaria o histórico de violência escolar de Cha Woonggi e a sua controversa personalidade.

A denúncia dizia que Woonggi e seus amigos agrediam verbalmente suas vítimas, insultava seus pais e cometia bullying contra elas tanto na escola quanto nas redes sociais. Uma das vítimas teria mudado de escola e desenvolvido fobia social devido ao bullying que sofreu.

A agência responsável pelo grupo TOO, Stone Music Entertainment, soltou uma declaração no mesmo dia na qual relatam terem conversado com o próprio Woonggi, representantes da escola e pessoas que afirmavam terem sido vítimas. Houve confirmação de que tais pessoas não tinham uma boa relação com Woonggi na época da escola, mas as acusações de bullying e violência mostraram-se completamente falsas. Não houve mais nenhuma atualização do caso desde então.


Soojin ((G)I-DLE)

Em 20 de fevereiro, uma pessoa que se dizia irmã de uma ex-colega se Soojin (do (G)I-DLE) postou uma acusação contra a cantora. O texto descreve uma discussão por telefone e agressões que Soojin teria praticado contra sua irmã.

Pouco depois, a própria vítima se pronunciou e fez novas denúncias que incluiam acusações de que Soojin pegava dinheiro dos outros alunos e nunca pagava de volta, usava os uniformes de outros alunos e xingava aqueles que se recusassem a lhe dar seus pertences.

Tanto Soojin quanto a CUBE Entertainment se pronunciaram sobre o caso. Houve uma tentativa de marcar uma reunião entre a cantora e a vítima, mas nenhuma demonstrou vontade de ver uma a outra. Apesar de boa parte dos rumores terem sido negados, Soojin entrou em hiato e o (G)I-DLE promoverá com cinco integrantes. Nesta sexta (19), Soojin se pronunciou novamente em uma nova carta pontuando cada uma das acusações e a CUBE anunciou que processará quem acusou a cantora.


Mingyu (Seventeen)

Mingyu (do SEVENTEEN) foi o primeiro astro a ter mais de uma denúncia relacionada ao seu nome. A primeira delas foi postada em 22 de fevereiro e apagada pouco depois. A Pledis Entertainment divulgou uma declaração dias depois desmentindo tais rumores.

Porém, outras acusações surgiram em fóruns nos dias seguintes levando a gravadora a divulgar uma nova nota mais detalhada e comunicar que seu artista entraria em hiato temporário.



Kihyun (MONSTA X)

Também no dia 22 de fevereiro, uma denúncia foi feita por alguém que se dizia vítima de Kihyun (MONSTA X). O acusador disse que o cantor, apesar de talentoso e popular, era um deliquente e que o insultou e agrediu. Além disso, a pessoa disse ter fotos para provar que Kihyun fumava e bebia com outros delinquentes.

Em uma primeira declaração, a Starship afirmou que apuraria os fatos. Após investigar as acusações com pessoas da escola e conhecidas de Kihyun, a gravadora afirmou que a grande maioria afirmou que ele nunca havia se envolvido em atos de violência. Por fim, o histórico de aluno dele foi anexado com observações de seus professores afirmando que ele era um aluno exemplar. Encerrando as atualizações do caso, o próprio Kihyun escreveu uma mensagem no fan café do grupo se desculpando e prometendo que irá refletir sobre seus atos.


Chuu (LOONA)

Continuando no dia 22, duas fontes anônimas postaram acusações contra Chuu (do LOONA). Apesar de considerarem as infrações de Kim Ji Woo (nome de batismo de Chuu) menos graves que a de outras celebridades, as acusadoras narraram episódios em que a idol causava discórdia entre os alunos da escola inventando mentiras e excluindo colegas.

A BlockBerry Creative, agência do LOONA, lançou uma declaração no dia seguinte (23) dizendo que se reuniram com a cantora e que apuraram que os fatos eram maliciosos e falsos. No mesmo dia, a pessoa que fez a primeira acusação voltou a postar em uma comunidade online afirmando que os fatos citados em sua primeira postagem eram exagerados e que, apesar de não ter bom relacionamento com Kim Ji Woo na época da escola, suas memórias ficaram bagunçadas com o tempo. A acusadora finalizou pedindo desculpas a Chuu.


Aisha (EVERGLOW)

Ainda no dia 22 de fevereiro, uma denúncia contra Aisha (do EVERGLOW) foi postada no Nate Pann. A acusadora, que postou fotos do seu livro escolar como prova de que tinha estudado com Aisha, acusou a cantora de atormentá-la quando começou a namorar um garoto de quem Aisha era próxima.

A vítima contou que Aisha se dizia ex-namorada do garoto e fazia comentários com teor sexual para ela. Após o namoro acabar, Aisha continuou atormentando-a verbal e fisicamente além de espalhar rumores sobre ela na escola, o que levou diversos alunos a se aproximarem dela por sua fama de “fácil” que Aisha propagou.

No dia 23, a Yuehua Entertainment divulgou uma declaração negando todos os fatos e afirmando que Aisha sequer conhecia a pessoa que escreveu a postagem. A agência ainda prometia tomar ações legais para proteger sua artista.



Sunwoo (THE BOYZ)

Continuando as acusações do dia 22 de fevereiro, uma outra anônima acusou Sunwoo (do THE BOYZ) de diversos atos violentos quando estava no fundamental. A acusadora narra que Sunwoo agrediu sua namorada na época e que a garota apareceu na escola com hematomas. Além disso, ele e seus amigos assediaram sexualmente uma menina da sua sala. Por último, acusou-o de faltar as aulas para fumar.

A Cre.ker Entertainment saiu em defesa do seu artista por meio de uma nota divulgada no dia seguinte. A agência diz que todas as acusações da postagem, que foi apagada, eram falsas e estavam em processo de coletar provas para tomar as medidas legais para proteger Sunwoo.


Hyunjin (Stray Kids)

As últimas acusações registradas em 22 de fevereiro foram contra Hyunjin (do Stray Kids). Entre as acusações estão violência física e verbal contra colegas de sala e prints de conversas anexados na postagem ajudariam a corroborar a denúncia. A JYPE prometeu averiguar os fatos e tomar as medias legais, caso se mostrassem falsos.

Após uma investigação, a JYPE lançou uma nova nota informando que as memórias das pessoas envolvidas nos fatos são diferentes e, por causa disso, foi difícil confirmar algumas das denúncias. Além disso, Hyunjin se encontrou pessoalmente com os autores das denúncias e escreveu uma carta para se desculpar.

Em 27 de fevereiro, a gravadora voltou a se manifestar para informar que Hyunjin entraria em hiato temporário para refletir sobre suas ações. O Stray Kids promoverá temporariamente com sete integrantes.


HyunA

Em 23 de fevereiro, uma anônima postou acusações contra HyunA em um fórum. A acusadora diz que todas as evidências foram apagadas porque todas as fotos antigas de HyunA sumiram após o seu debut no Wonder Girls. A vítima acusava a cantora de agredi-la com tapas junto com duas amigas e arrancar seus óculos.

Tanto HyunA quanto a P NATION se manifestaram sobre o assunto dizendo que o boato era falso e que a vida escolar da cantora não foi fácil porque ela debutou muito jovem. HyunA finalizou sua nota desejando que a autora da postagem encontre sua felicidade.



Lia (ITZY)

As acusações envolvendo Lia (do ITZY) sequer citavam o nome da artista. A autora da postagem se referiu à acusada como “uma idol nascida em 2000 e que tem ombros retos”. De acordo com o texto, a famosa teria pegado dinheiro emprestado de uma amiga da acusadora e nunca pagou de volta. Além disso, a acusada teria excluido uma outra vítima e feito terminar seu namoro.

Finalizando as acusações, a autora disse que Lia e suas amigas ainda a xingavam e inventaval rumores sobre ela. Quando soube que sua agressora iria debutar, a autora escreveu uma postagem acusando Lia e foi processada por difamação.

A JYPE divulgou uma declaração confirmando o processo contra a autora da postagem e dizendo que a investigação ainda estava em andamento. Por fim, disse que as acusações eram falsas e que tomariam medidas legais para evitar a propagação de rumores.


Naeun (APRIL)

Em 1º de março, uma fonte anônima postou em um fórum acusações contra Naeun (do APRIL) dizendo que sofreu bullying da cantora no ensino fundamental. De acordo com a suposta vítima, Naeun a xingou sem motivo algum e, junto de seus amigos, excluiu a vítima. Isso fez com que a autora ficasse com medo de ir pra escola e ser xingada de novo. Para provar seus argumentos, foi anexado uma foto de Naeun na formatura do fundamental.

Em uma outra ocasião, um print de uma suposta conversa entre alguém chamada Lee Na Eun (mesmo nome da cantora) e uma outra pessoa foi postada online. Na imagem, a pessoa nomeada Lee Na Eun ameaça a outra pessoa da conversa dizendo: “Você quer ser estuprada por Go Young Wook?“. Go Young Wook é um ex-membro do Roo’ra condenado por estupro de vulnerável.

A DSP Media declarou que a imagem da conversa tratava-se de uma montagem e as acusações da postagem eram falsas, prometendo medidas legais contra a propagação de rumores. Apesar disso, Naeun foi editada do programa Delicious Rendezvous e deixou o elenco do drama Taxi Driver.


Fontes: (1), (2), (3), (4), (5), (6), (7), (8), (9), (10), (11), (12), (13), (14)
Imagens: Stone Music Ent., CUBE Ent., Pledis Ent., Starship Ent., BlockBerry Creative, Cre.ker Ent., P NATION, JYPE e Reprodução
Não retirar sem os devidos créditos.

Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

Você também pode gostar...