Música

[LISTA] 10 músicas de K-POP com samples/inspirações de músicas clássicas

A música conecta. Do clássico ao K-POP. E é exatamente nesses momentos que percebemos como essa colisão de gêneros musicais pode resultar em uma obra surpreendente – muito mais do que imaginávamos.

Artistas do mundo inteiro sempre estão se reinventando, seja uma parceria ou projetos ousados, mas uma experiência musical utilizando obras clássicas sempre foi um assunto interessante, principalmente no mundo do K-POP. Alguns usam apenas a influência, alterando acordes e melodias, e outros utilizam samples (do inglês “sampling“, de modo geral, é uma amostra de sons que podem ser trechos ou partes inteiras de músicas que já existem, podendo ser extraídas os instrumentos isolados ou não).

Com isso, confira 10 músicas do K-POP que souberam experimentar e se inspirar nos clássicos.



1) Cherry Bullet – “Hands Up

Começando com uma mistura inesperada, o grupo Cherry Bullet utilizou perfeitamente em seu single Hands Up, lançado em 2020, um dos clássicos do compositor alemão Ludwig van Beethoven que é a obra para piano Für Elise (1810). 

Assim que a música começar, você irá automaticamente cantarolar a melodia clássica dos clássicos junto com a música das sul-coreanas.



2) IVY – “Sonata of Temptation

Ainda com Für Elise (1810) de Beethoven, a cantora IVY conseguiu misturar em seu single “Sonata of Temptation”, lançado em 2007, uma intro e um refrão rápido com o famoso sampleado finalizando os trechos.


3) BTS – “Lie

A melodia da música Lie, lançada em 2016, do grupo BTS é interpolada (de forma geral, foi intercalada com alguns trechos da obra espanhola com a sul-coreana) com a ópera La Vida Breve (1904) do compositor espanhol Manuel de Falla. Após a orquestração, o som do dedilhado no violão é percebido de maneira bem clara logo no início junto com uma batida e o vocal de Jimin.



4) VIXX – “Fantasy”

Lançada em 2016, a música Fantasy do grupo VIXX apresenta alguns trechos de outra melodia clássica de Beethoven: a sonata para piano No. 14 Moonlight Sonata (nome popular da obra que foi concluída em 1801) Op. 27 No. 2. A referência está também no título, pois a sonata originalmente se chamava “Quasi una fantasia”.
O contexto inteiro da música é propício para a utilização dessa obra – com um tom mais de suspense e elétrico com os vocais e os beats -, mas o grupo soube encaixar de uma maneira muito concisa.



5) DreamCatcher – “Good Night

Os riffs da guitarra junto com o acompanhamento da bateria do grupo DreamCatcher na música “Good Night”, lançada em 2017, nos fazem pensar em qual foi a inspiração. E temos a resposta: a Suíte No. 7 em Sol menor (1720) do compositor alemão Georg Friedrich Händel.

A influência não é nítida de primeira, mas depois de ouvir algumas vezes as duas composições, você percebe que foi um resultado extremamente interessante neste pop-rock dançante do grupo.



6) ToppDogg – “TOPDOG

As referências da música clássica com simulações de posições de maestro e vestuário apresentadas no MV de “TOPDOG” do grupo ToppDogg (atualmente conhecido como Xeno-T), lançado em 2014, não param por aí. 

A música tem como inspiração a Sinfonia No. 25 em Sol menor, K. 183 (1773) e o famoso 3º movimento “Alla Turca: Allegretto” (também conhecida como Marcha Turca) da Sonata para piano No. 11 em Lá maior, K. 331 (1783) do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart

Logo no início vocês irão perceber a primeira referência e, ao longo da música, captar outras partes das duas obras de Mozart – principalmente por conta das parte dos violinos.



7) SHINHWA – “T.O.P. (Twinkling of Paradise)

A música “T.O.P. (Twinkling of Paradise)” do grupo SHINHWA lançada em 1999 é conhecida até hoje não somente pelas apresentações que o BTS, Super Junior, SPICA e Girls’ Generation realizaram, mas também por ter o sample do famoso balé O Lago dos Cisnes (1877) do compositor russo Piotr Ilitch Tchaikovsky

O solo marcante do oboé é marca registrada nessa obra e criou uma introdução e ambientação extraordinária na música do grupo sul-coreano.



8) 7 Princess – “Love Song

Love Song” foi lançada em 2004 pelo 7 Princess, grupo formado por sete meninas em 2003 cujo disband foi anunciado em 2009. A melodia do refrão da música traz elementos de “Salut d’Amour Op.12”(1888) do compositor inglês Edward William Elgar. Em 2018, o Oh My Girl fez uma versão da faixa no programa Two Yoo Project Sugar Man.



A obra foi originalmente escrita para violino e piano e podemos perceber como ela é marcante na música sul-coreana assim que os primeiros versos entram em ação.



9) Park Ji Yoon – “Song of the Moon Light”

Em 2000, a cantora Park Ji Yoon lançou seu quarto álbum de estúdio, “Coming of Age Ceremony“. Uma de suas faixas era “Song of the moon light”. A melodia é claramente uma influência direta de “Hanabera” – uma das árias da ópera Carmen, escrita pelo compositor francês Georges Bizet em 1875. Logo na intro você perceberá um ritmo com uma mescla de violão, beat + bateria e castanholas que nos dão a sensação de uma ópera contemporânea.



10) HELLOVENUS – “Would You Stay For Tea?

E claro, uma das obras mais nostálgicas e bonitas que é a Cânone em Ré maior (escrita entre 1680 e 1706) do compositor alemão Johann Pachelbel aparece sampleado no single “Would You Stay For Tea?”. Lançado em 2013 pelo grupo HELLOVENUS, a música consegue mesclar a melodia e os acordes de maneira que você quase não percebe a obra clássica, mas ela está ali de maneira sutil.



E aí, qual foi a música que mais te surpreendeu com influências clássicas?

Simone Hozawa
Fontes: (1), (2), (3), (4), (5), (6), (7) e (8)
Imagens: FNC Entertainment, Jellyfish Entertainment, Happy Face Entertainment e Big Hit Entertainment (divulgação)
Não retirar sem os devidos créditos.

revistakoreain

O Portal KoreaIN é dedicado a divulgar todo tipo de informação e noticia sobre a Coreia do Sul e sua cultura.

Você também pode gostar...