Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Cotidiano

Henry Lau se desculpa após controvérsia com título de embaixador anti-bullying

Na quinta-feira (18), Henry Lau foi nomeado pela polícia de Mapo como embaixador contra o bullying, mas vários sul-coreanos ficaram descontentes com a indicação.

De acordo com os internautas, o cantor não seria apropriado devido ao seu histórico de apoiar a apropriação cultura da China com a herança sul coreana.

Em reposta, Henry se desculpou em sua conta no Instagram. A postagem foi apagada do perfil do artista, mas nela ele afirmava que a polêmica se deu por conta da sua descendência chinesa. Sua declaração na íntegra dizia:

Aqui é o Henry. Primeiro de tudo, se eu tiver feito algo errado, [desculpa]. Tudo [que fiz ou disse que tenha ofendido alguém]… [desculpa] por tudo isso.

Desde o primeiro dia, não importava onde eu estava, só queria dar alegria, emoções e risos através da música, apresentações, aparições na TV e etc… Mas [não tenho conseguido] fazer isso recentemente, o que parte meu coração. O que eu quero dizer é… não sou do tipo de pessoa que [esquece e abandona] as coisas. [Por causa da] COVID-19, porém, tive que [ficar parado] por meses no mínimo. [Sinto muito] por isso. Senti muita falta de todos também.

Nestes dias, há muitas coisas rodando pelo YouTube e sites de mídia. Mas acreditei que as pessoas não acreditariam nisso. Então [fiquei] calado. Mas agora, aqueles que me veem pessoalmente estão começando a acreditar nestas coisas. Então me dei conta do quão sério é. De fato, até sites oficiais de notícias estão reportando isso. Acho que muitos devem ter sido afetados negativamente também como eu fui. Mas o que realmente parte meu coração é ler os comentários… Entendi que muitas pessoas não são confortáveis comigo por causa das minhas ações… mas por causa do meu sangue.

O que eu queria era fazer as pessoas rirem, mas se eles estão infelizes com a minha nacionalidade, não sei o que fazer. Mais do que tudo, peço desculpas aos meus fãs. Eu havia prometido que sempre seria positivo e mostraria apenas a melhor versão de mim. Sinto muito por não conseguir manter essa promessa.

Henry debutou em 2008 como membro do Super Junior-M, unit do SUPER JUNIOR que contava com dois membros chineses exclusivos. Mesmo tendo nascido no Canadá, o pai de Henry é de Hong Kong e sua mãe de Taiwan.

Ao se juntar ao grupo, tanto ele quanto Zhou Mi – o outro membro exclusivo do SuJu-M – enfrentaram resistência dos fãs sul-coreanos que não queriam os dois promovendo juntos ao grupo principal. O movimento ficou conhecido como “Only 13” (apenas 13), fazendo menção aos 13 membros originais do SUPER JUNIOR. Henry deixou a SM Entertainment em 2018 após seu contrato expirar.

Leia também:
Trajetória: a história do Super Junior em 15 anos de carreira
Guia prático para conhecer e entender as units do Super Junior

Fonte: (1)
Imagem: Polícia de Mapo
Não retirar sem os devidos créditos.

img

    Inscreva-se no Telegram da KoreaIN e saiba tudo sobre a Coreia do Sul e o K-POP.

Tags relacionadas:

  • Greyce Oliveira

    Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

    Faixas do K-pop que destroem os haters Locais de filmagem do K-Drama My Liberation Notes Filmes com a Tokyo de La Casa de Papel Coreia K-dramas que estreiam em Julho 6 k-dramas com casais “friends to lovers”