Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Staff Picks

[STAFF PICKS] Conheça os melhores k-dramas de 2021 na opinião da equipe da KoreaIN

E fechamos nossa série de Staff Picks com as escolhas da equipe da KoreaIN para melhores k-dramas do ano. Diferente de como organizamos as outras listas, aqui iniciamos a lista com as produções que só tiveram um voto – estas organizadas em ordem alfabética – e colocamos as mais votadas no final. Será que você acerta qual foi o lançamento amado por mais integrantes da nossa turma?

Confira a lista abaixo.

Leia também:
[STAFF PICKS] Conheça os melhores álbuns de 2021 na opinião da equipe da KoreaIN

[STAFF PICKS] Conheça os melhores MVs de 2021 na opinião da equipe da KoreaIN



D.P Dog Day

Escolhido por Lílian Pereira.

D.P Dog Day é um daqueles doramas que começamos a assistir e vamos até o fim sem ver a hora passar. O dorama mostra a vida dos soldados sul-coreanos, contando, principalmente, a história dos soldados que fazem parte da captura de desertores do exército. O elenco conta com Jung Hae In e é incrível vê-lo em um papel fora dos romances, com um lado diferente. D.P Dog Day é um dorama que com certeza nos faz refletir e se emocionar, trazendo assuntos como as dificuldades da vida dos militares sul-coreanos.


Doom At Your Service

Escolhido por Vitória Doretto.

Como o ano foi recheado de dramas bons, foi difícil escolher um, porém, desta vez tive uma estratégia perfeita (ou quase): listei pontos que sempre me chamam atenção nas produções e tentei encaixar um drama em todos eles. Então escolhi Doom at your service porque preencheu “todas as caixinhas”: as atuações foram brilhantes como em Beyond Evil e Mouse, o roteiro foi super bem amarrado como em The Kings Affection, Navillera e Sell Your Haunted House, os personagens agarram meu coração como em Vincenzo e Taxi Driver, os efeitos foram super (in)críveis e a OST maravilhosa como em Lovers of the red sky e com a dose certa de comicidade como em Work later drink now (e ainda encontrei uma forma de indicar vários outros dramas, viu o que fiz aqui?). Doom at your service tem uma regularidade ótima em seus episódios e o romance, ação e narrativa crescem de forma estável, tudo permeado de belas cenas e ótimas trilhas sonoras, além do carisma de todos os personagens, principalmente do casal protagonista, Park Bo Young e Seo In Guk. Enfim, um dos melhores dramas que assisti neste ano, sem dúvidas.

Vitória Doretto

Leia mais: [K-DRAMA] O mundo está acabando em “Doom AT Your Service”, novo drama da tvN


Hellbound

hellbound

Escolhido por Vivian Raposo.

Foi meio difícil escolher entre Vicenzo e Hellbound.

Escolhi Hellbound por ser um drama conseguiu trazer todas as temáticas que acho muito interessantes em uma história só: criaturas, fanatismo religioso junto com a oratória consegue atingir e convencer muitas pessoas e é um terror sobrenatural. Puxando pro meu lado cineasta, acho que tem um roteiro bem desenvolvido e amarrado que tem um fechamento da narrativa consegue se encerrar em uma temporada só de uma forma boa e ao mesmo tempo dá uma abertura ara uma continuação, as atuações são muito boas e o color junto o timing, foi o ponto em que mais me pegou por estar no ponto certo pra que a história funcione muito bem.

Vivian Raposo

Leia mais: [K-DRAMA] Fenômenos sobrenaturais e organizações religiosas se misturam em “HELLBOUND”


Hometown Cha-Cha-Cha

Escolhido por Ingrid Sousa.

hometown

Como uma grande amante de romances clichês, não poderia escolher outro k-drama que não fosse Hometown Cha-Cha-Cha para representar o melhor de 2021. Poderia colocar aqui outros dramas incríveis que fizeram tanto sucesso quanto e me cativaram igualmente, mas Hometown me conquistou de uma maneira muito rápida e de forma suave.

Nunca fui fã de k-dramas com romances complicados e disputa entre pessoas por um dos dois do casal ou com muito drama envolvido. Então Hometown foi a escolha perfeita para aquecer meu coraçãozinho da maneira certa. O romance me fez querer viver algo parecido, TODOS os personagens são extremamente cativantes e o amor representado de várias formas entre todos os casais e famílias foi passado de uma maneira muito leve e humana. O casal principal era simplesmente a coisa mais fofa que tinha e óbvio que deu vontade de ter alguém como o Du Sik ao meu lado. Além disso, o k-drama tinha a presença da deusa Shin Min-A, né meus amores? Isso tudo e muito mais resume minha preferência por esse clichê que foi Hometown Cha-Cha-Cha.

Ingrid Sousa

Idol: The Coup

Escolhido por Thauane França.

Esse drama me fez sentir um misto de emoções. Me cativou logo no primeiro episódio e super recomendo pra quem gosta de passar raiva.

Thauane França

Law School

Escolhido por Isabela Marques.

Trazer um ator veterano, Kim Myung-min, como protagonista em uma série de (muito) suspense e investigação, com certeza foi a melhor escolha! O personagem dele divide as telas com outros dois personagens principais: Kang Sol (vivido por Ryu Hye-Youg de Reply 1988) e Han Joon-hwi (o queridinho Kim Bum de Tale of Nine Tailed). O trio de atores possuem uma atuação certeira, capazes de ora provocar arrepios e ora borboletas no estômago.

Law School acompanha a investigação da morte do reitor da universidade e a coleta de provas e depoimentos de alunos, professores e associados a faculdade. A cada episódio uma surpresa nova e um novo nó na teia investigativa apresentada de vários ângulos pelos personagens principais. O drama é original da Netflix e já tem todos os episódios disponíveis; digno de maratona para o final do ano!

Isabela Marques

Love (ft. Marriage and Divorce)

Escolhido por Helen Melo.

Gostei da dinâmica do drama e a forma como um assunto mais maduro foi abordado, nunca tinha assistido um drama que carregasse essa temática e por isso esse prendeu bastante minha atenção e me ganhou como o melhor do ano.

Helen Melo

Mad for Each Other

Escolhido por Naomi Shiroma.

Minha escolha clássica seria Vincenzo, que tem tudo que eu gosto em um drama, como ação, surpresas, máfia, personagens doidos e cenas engraçadas. No entanto, Mad for Each Other foi uma supresa positiva para mim (e olha que eu não curto dramas de romance) e por isso, meu escolhido como K-Drama do Ano. Adorei os personagens, o fluxo da história e dei boas risadas. Recomendo para todos!

Naomi Shiroma

Leia mais: [K-DRAMA] Tá todo mundo louco de raiva em “Mad for Each Other”


My Name

Escolhido por Ana Raíssa da Luz.

myname

Para quem gosta de sangue, isso é o que não falta neste drama. Minha escolha como preferido do ano vai para My Name pela perfeição do enredo, atuação, roteiro, trilha sonora, aspecto visual, coreografia de luta bem executadas e episódios bem cadenciados… Simplesmente tudo neste drama foi bem pensado e produzido com excelência.

A atriz principal, Han So Hee, conseguiu se redimir comigo. Depois da atuação no drama que menos gostei neste ano, Nevertheless, fiquei com um pé atrás para my name, mas com certeza a atriz fez um papel excelente, atuou de forma explêndida e mostrou todo seu potencial que foi deixado de lado em Nevertheless. Ela ganhou meu coração novamente.

As lutas são criativas e muito violentas. O que mais gostei foi o fato de não se repetirem, cada luta é totalmente diferente uma da outra. Todas as cenas do drama são tensas e prendem nossa curiosidade. Geralmente, coreanos tendem a colocar personagens cômicos em séries com temas pesados, para de certa forma diminuir o clima de tensão e trazer certo alívio, mas nesta série este personagem simplesmente não existe, o que mantém até as cenas mais tranquilas com um fundo de tensão.

Ana Raíssa da Luz

Nevertheless

Escolhido por Gabriela Oliveira.

Sendo completamente sincera, Nevertheless não chega nem perto da lista de melhores doramas que vi na vida, porém o que me encantou no enredo foi o ângulo no qual a história foi mostrada. Nevertheless mostra jovens adultos interessados em se relacionar sem maiores tabus. Tem os que só querem sexo, tem os que querem só ‘ficar’ sem adquirir o rótulo de um namoro, tem os que estão se descobrindo, tem os que querem o namoro sério e eu achei isso muito interessante. Os k-dramas geralmente colocam vários empecilhos e até alguns tabus até o casal principal ficar junto pra valer e no terceiro episódio de Nevertheless o casal já está junto, o que eu adorei.

Ao longo do drama vemos vários casais sendo formados com plots diferentes, porém todos com experiência muito reais, tudo de maneira natural. Tem um toque de drama, sofrência e uns ‘pés na bunda’ pelo caminho, mas isso também faz parte da vida e é importante que seja retratado. Acho que isso que me encantou de verdade no drama, como foram capazes de construir relações verdadeiras e “reais”, que poderíamos facilmente identificar em histórias de conhecidos nossos, por exemplo.

Gabriela Oliveira

Leia mais: [K-DRAMA] Song Kang e Han So Hee esbanjam química em “Nevertheless”, novo seriado da Netflix


The King’s Affection

Escolhido por Paula Bastos.

The King’s Affection é um K-drama que me conquistou por completo nos primeiros episódios. A história equilibra muito bem os momentos divertidos com tramas pesadas e tristes que fazem você chorar. Os personagens são complexos e os atores que os interpretam são maravilhosos, especialmente a protagonista. Tanto a atriz dela quando criança (Choi Myung-Bin) quanto adulta (Park Eun-Bin) realizam com perfeição a tarefa de agir como o príncipe.

Paula Bastos

Leia mais: [K-DRAMA] Saiba mais sobre o romance e as altas confusões históricas de “O Rei de Porcelana”


True Beauty

Escolhido por Giovanna Pego

True Beauty

True Beauty reúne tudo o que adoro nos k-dramas: bom humor, personagens cativantes e momentos super fofos! Embora eu já tivesse uma ideia de para onde a história iria, eu aguardava ansiosa cada episódio (e, claro, mais alguns momentos com o Hwang Inyeop). Perdi as contas de quantas vezes revi cenas, assisti compilações de momentos engraçados e recomendei essa história a outras pessoas!

Giovanna Pego

Work Later, Drink Now

Escolhido por Daniele Fernandes.

Foi o único que eu assisti. E pela Eunji e o Siwon.

Daniele Fernandes.

Yumi’s Cells

Escolhido por Beulla Silva.

Yumi’s Cells é super divertido, foram vários episódios que eu chorei de rir, elenco maravilhoso e uma história que prende bastante. Gostei tanto que estou até lendo a webtoon.

Beulla Silva


Agora conheceremos o top 3 dos k-dramas mais votados. A terceira posição foi um empate entre duas produções que receberam dois votos cada.

Beyond Evil – 2 votos

Escolhido por Isabela Ávila e Vitória de Sousa.

Além do Mal aparenta ser um suspense bastante comum, com uma história quase cliché, mas que aos poucos vai se revelando uma rede de intrigas, dissimulações e traições. O roteiro é muito bem trabalhado, nos confundindo a todo momento até o desfecho, onde tudo vai se encaixando até desenhar um soco no estômago quando as reviravoltas vão se concretizando. Os atores trabalham seus personagens de forma tão eximia que fica difícil de acreditar que sejam somente pessoas interpretando papéis. Shin Ha-Kyun consegue transparecer duas verdades, uma quando fala e a outra que fica guardada no olhar de brilho diferente e que não muda em momento algum e Yeo Jin-Goo (que pra mim é de longe o melhor ator de sua geração) tem uma atuação segura onde consegue transparecer seus sentimentos de dúvida pelo parceiro ao passo que esconde seus próprios segredos.

Isabela Ávila

Pegou no ponto sensível da dorameira aqui! Assisti muitos doramas de lançamento esse ano e apesar de ter gostado de vários, que eu poderia fazer uma lista de Top 10, Beyond Evil sem dúvidas foi um dos que mais me cativou.
A história do dorama é para os amantes de investigação criminal, serial killer e muito jogo psicológico (eu amo haha). O elenco impecável, a atuação do Shin Hakyun no papel de Lee Dongsik foi simplesmente perfeita e mereceu todos os prêmios que ele recebeu com essa obra!
Fiquei presa do início ao fim desse dorama, todos os mistérios, as atuações, o plot twist, tudo foi tão bem trabalhado e encaixado. E não posso esquecer de comentar sobre o relacionamento enemies to lovers do Dongsik e do Joowon. Os atores tinham uma química incrível dentro e fora das câmeras, foi muito bom ver eles trabalhando juntos, ver como eles deram vida aos seus papéis e fizeram o k-drama ser perfeito.

Vitória de Sousa

Navillera – 2 votos

Escolhido pro Bárbara Contiero e Bárbara Brasil.

Apesar de ter considerado mencionar Round 6 – por conta da popularidade e qualidade -, Navillera acabou ganhando o posto de melhor K-Drama dentro do meu coração. Foi uma narrativa e uma história muito importante e que PRECISAVA ser contada. Tudo teve seu momento para ser retratado e com muita delicadeza, por lidar com assuntos – bem – delicados.

Bárbara Contiero

Emocionante e muito bonito do começo ao final, ótima construção de personagens. Amo o fato de não ser um drama que gira ao redor de um romance, mas sim de uma relação de amor intenso que duas pessoas compartilham.

Bárbara Brasil

Leia mais: [K-DRAMA] “Navillera” quebra padrões e promete emocionar

Navillera, a delicada beleza de um sonho


Squid Game – 5 votos

Escolhido por Naira Nunes, Bruna Pimentel, Lory Calixto, Mariana Neves e Leticia Gonçalves.

squid-game

Bom, eu não tive lá muito tempo para ver dramas, por conta da faculdade e afins, mas eu consegui tirar o tempo para ver o Round 6, pois todos estavam falando muito bem e eu resolvi ir ver se era tão bom quanto estavam falando e posso dizer não me arrependo k. Esse drama tem tudo o que eu gosto, tando no roteiro quanto no visual, eu particularmente gosto muito de tripa voando na tela, sangue para todo lado e claro aquela sensação de “mais o que vai acontecer?” Sem contar o contrate maravilhoso dos cenários coloridos que lembraram nossa infância, como o sangue dos participantes, ah e eu também adoro o bom e velho “deu tudo certo para o protagonista no final”.

Bruna Pimentel

Squid Game fez história neste ano de 2021, não só o melhor K-Drama como também uma das maiores produções de streaming do mundo.
O drama apresenta um cenário pouco abordado por outros K-Dramas e séries: o lado animalesco do ser humano, o qual prefere colocar a vida em risco por dinheiro. Além de unir isso à brincadeiras infantis, o que causa um surpresa ao telespectador.
Essa junção trouxe entrelinhas uma crítica amarga sobre a sociedade que enxerga no dinheiro como a solução dos problemas. A tensão em cada episódio faz com que você “devore” o drama rapidamente, assim te envolvendo cada vez mais na história, fazendo com que você sinta um misto de emoções: da raiva à tristeza, do sentimentalismo à adrenalina.
Com reviravoltas marcantes, não é a toa que Squid Game tornou-se uma das maiores produções coreanas conquistando o mundo todo.

Lory Calixto

Esse ano eu não assisti tantos k-dramas como eu gostaria, mas um que eu não pude deixar de assistir foi Squid Game. É impossível negar o impacto que esse k-drama teve em 2021, como ele conseguiu quebrar barreiras e chegar em diversas pessoas que nunca tinham assistido nada do gênero. Por esse motivo, Squid Game é a minha escolha de k-drama do ano.

Mariana Neves

Nem é tanto pelo enredo ou pela temática, mas sim pelo que alcançou. Para muita gente, Squid Game foi a porta de entrada para os k-dramas! Num país como o nosso, onde muita gente só consome o que é produzido no eixo EUA-Europa e onde existe um certo preconceito com a cultura asiática que não seja a japonesa, ver as pessoas se interessarem por uma obra coreana e procurarem por mais títulos é algo muito bacana de se ver!

Letícia Gonçalves

Leia mais: [K-DRAMA] Squid Game traz luta pela sobrevivência e recordes de audiência na NETFLIX


Vincenzo – 6 votos

Escolhido por Jennifher Santos, Raquel Ribeiro, Giovanna Spalletta, Catharina Lima, Isis Dias e Aldry Araujo.

O roteiro, a trama e os personagens são muito instigantes

Jennifher Santos

Acho que o K-drama do ano é Vincenzo, já que durante e após ter assistido, eu não conseguia parar de falar sobre. Assim que li “dorama do ano”, o primeiro que me veio a mente foi esse.

Song Joong-ki estava deslumbrante, conseguiu interpretar esse mafioso italiano de corpo e alma, e quem não lembra das frases icônicas que esse k-drama nos deu. As boas risadas que conseguiu tirar das pessoas enquanto assistia aos episódios é algo surreal, quem imaginou que máfia e comicidade podiam combinar?
E, eu não poderia deixar de falar dos vilões que conseguiram fazer o público amá-los, Taecyeon fez um ótimo trabalho, mudando sua personalidade da água pro vinho. Cada personagem do k-drama fez a diferença para torná-lo uma obra-prima.

Raquel Ribeiro

Para mim, Vincenzo é o K-drama que agitou a dramaland em 2021. Quem não imitou a famosa fala “Questo edificio é mio!”, com a mãozinha esse ano?! Um grande sucesso na Netflix mundial, com atuações memoráveis, que não deve ser esquecido tão cedo. Além disso, tenho uma ligação pessoal com esse drama, já que foi o primeiro que assisti junto com o meu pai. Temos descendência italiana, então o fato dessa referência estar presente na trama, fez com que ele se identificasse e fosse introduzido no mundo dos K-dramas. Foi uma surpresa incrível para mim que ele tenha gostado e começado a ver outras séries. Alguém vai ganhar uma camiseta temática neste Natal!

Giovanna Spalletta

Pra mim quando falou “Drama do Ano” já pensei em Vincenzo. O drama entregue tudo na medida certa: drama, ação, uma pitadinha tanto de romance quanto de comédia. Enquanto assistia fiquei presa na história até o último episódio e no penúltimo ainda dei aquela choradona básica.

Catharina Lima

Personagens super caricatos, uma boa história, um elenco de alta performance e muita comédia foram a base para que Vincenzo fosse meu K-drama do ano. Um chame especial foram as referências desde o quadro da revolução francesa até a vilã Babel querer construir uma torre.

Isis Dias

O primeiro motivo, é um gato que fala italiano!!! TUDOOOO!
Mas minha escolha, desse drama é pela abordagem da série que fala no início sobre o preconceito com pessoas asiáticas, a fotografia é linda demais, as cenas são muito bem construídas, os atores são excelentes, e claro quem resiste ao sorriso do Song Joong-Ki? Eu não!

Aldry Araujo

Leia mais: [K-DRAMA] 5 motivos para começar a assistir “Vincenzo” hoje mesmo

Gostou das escolhas da nossa equipe? Continue de olho no site da KoreaIN que o Staff Picks pode voltar a qualquer momento.

Imagens: Netflix, tvN, JTBC, TVING e reprodução
Não retirar sem os devidos créditos.

Tags relacionadas:

  • Greyce Oliveira

    Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

    6 k-dramas com casais “friends to lovers” Jogadores brasileiros em times de futebol asiáticos 6 K-Dramas com Kim Ji-hoon K-Dramas e filmes com Lee Hyun Woo 5 K-Dramas com Choi Hyun-wook